Bandidos fazem arrastão no Parque dos Falcões e matam aves
Cotidiano 12/11/2017 17:26 - Atualizado em 13/11/2017 17:20

Por Fernanda Araujo

O Parque dos Falcões, em Itabaiana, agreste de Sergipe, recanto de aves de rapina e responsável por acolher diversas espécies como falcões, gaviões, águias e corujas, foi alvo de criminosos no final da manhã deste domingo (12).

Seis homens armados invadiram o Parque, espancaram funcionários e ainda mataram algumas aves após roubar toda a renda do local. De acordo com o relato de testemunhas, dois gaviões foram levados pelos meliantes. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, os criminosos invadiram pouco depois de uma visita feita por turistas.

A ação dos bandidos foi divulgada com indignação pelos funcionários agredidos do parque, que recebe turistas de todo o país. Em nota, a SSP afirmou que a polícia foi acionada e três equipes do 3º Batalhão da PM, Força Tática de Itabaiana e da cidade de Areia Branca foram ao local e iniciaram as buscas. 

Os policiais fizeram rondas nos povoados próximos em busca dos bandidos. O caso foi relatado para a Delegacia Regional de Itabaiana e um inquérito será instaurado a fim de apurar o roubo. De acordo com a assessoria de comunicação, a SSP "tomará todas as medidas necessárias para identificar e punir os autores". 

Qualquer informação pode ser repassada pelo Disque Denúncia 181.

Fotos: reprodução Internet

Mais Notícias de Cotidiano
21/07/2018 16:15 Escola de Artes abre matrículas para quase 600 vagas no segundo semestre
Inscrições serão divididas em três datas entre o dia 23 e o dia 26, de acordo com o curso.
21/07/2018 10:26 Obras do Centro de Convenções de Sergipe são retomadas
Espaço de eventos na zona Sul de Aracaju foi demolido para reforma há três anos
21/07/2018 10:19 Saúde quer reverter a baixa cobertura vacinal em Sergipe
21/07/2018 09:02 Homem é preso após agredir a esposa na Grande Aracaju
21/07/2018 08:52 Mulher tem o carro roubado na zona Sul de Aracaju
Assaltantes abandonaram o veículo, mas subtraíram os pertences da vítima