Dólar sobe 2,20% com aumento da tensão comercial entre EUA e China
Economia| Por Agência Brasil 11/07/2018 19:15 - Atualizado em 11/07/2018 18:55

O anúncio dos Estados Unidos de que poderá ampliar a taxação de produtos da China levou o dólar comercial a subir 2,20% nesta quarta-feira (11), e a moeda norte-americana chegou à cotação de R$ 3,8811 para venda.

O Banco Central continua sem atuar em leilões extraordinários de swaps cambiais (venda futura de dólares), apostando no cenário dos últimos dois pregões, quando houve queda de 3,5% na cotação da moeda.

O Ibovespa (índice da Bolsa de Valores de São Paulo) refletiu o aumento da tensão comercial entre Estados Unidos e China, fechando o pregão de hoje em baixa de 0,62%, com 74.398 pontos.

Papéis de grandes empresas acompanharam a tendência de queda, com Petrobras fechando em -1,97%; Vale, em -1,11%; e Bradesco, em -0,29%.

Mais Notícias de Economia
25/09/2018 15:30 Consignado com garantia do FGTS estará disponível a partir de amanhã
A nova linha de crédito estará disponível para 36,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada
25/09/2018 09:45 Repasse da alta do dólar para os preços tem se mostrado contido
25/09/2018 07:39 “Humanização” de animais de estimação gera negócios bilionários
Só em 2017, o faturamento do setor pet foi superior a R$ 32 bilhões
24/09/2018 16:50 Atividade industrial chega a 69% da capacidade em agosto, diz CNI
De acordo com a CNI, esse aumento na atividade é comum nesse período de final de ano
24/09/2018 14:15 Preço da gasolina segue em alta nos postos de combustíveis de Aracaju
Confira o levantamento de preços feito pelo F5 News em estabelecimentos da capital sergipana