semsecao
15/08/2011 18:14:33

Identificação biométrica no transporte coletivo tem início

Teve início hoje (15) a utilização da identificação biométrica no transporte coletivo de Aracaju e região metropolitana. O sistema abrange todas as pessoas que fazem uso da gratuidade no serviço e os estudantes, que pagam meia passagem.

Com ele, tais usuários detentores de descontos e isenção total da tarifa - policiais militares, civis, bombeiros, guardas municipais, oficiais de Justiça, agentes penitenciários, carteiros, idosos a partir de 65 anos, pessoas com deficiência - passam a utilizar o ônibus de forma diferenciada. Agora, todos passam pela catraca utilizando o cartão Mais Aracaju juntamente com apresentação da digital cadastrada ao aparelho leitor, o Finger. 

De acordo com o cronograma de entrega dos cartões eletrônicos, até o momento, estão de posse do Mais Aracaju Militar, policiais civis e militares, bombeiros, agentes penitenciários e guardas municipais. Ainda essa semana, serão entregues também os cartões Mais Aracaju Gratuidade aos carteiros e idosos, conforme calendário a ser divulgado. 

 

Aprovando integralmente a iniciativa, os policiais defendem a utilização do cartão. “A ideia é salutar para a corporação, na medida em que não teremos que nos identificar enquanto policiais ao usar o transporte coletivo. Além disso, passando pela catraca, diminui o número de pessoas que viajam na parte frontal do ônibus, ficando mais confortável para todos os passageiros”, analisam os soldados PMs Robson e Ingrid.

Para o Tenente Coronel Antônio Sávio, o apoio ao projeto por parte do Comando Geral da Polícia Militar vem do entendimento de que se trata de algo necessário para a corporação. “O sistema representa a preservação da integridade física do policial e vem atender a um anseio da corporação. Já planejávamos criar uma identificação para os policiais a fim de evitar as constantes fraudes que vêm ocorrendo com pessoas fazendo uso da nossa identificação indevidamente. O cartão Mais Aracaju Militar antecipou esse cadastro”, declara o Tenente Coronel.

 

Enquanto não receberem o cartão Mais Aracaju Gratuidade, os idosos e as pessoas com deficiência continuam utilizando o transporte público do anteriormente realizado, apresentado o documento de identificação ao motorista e cobrador e descendo pela porta dianteira do ônibus.

A mesma regra vale para os idosos e pessoas com deficiência que tiverem algum tipo de limitação que os impeça passar pela catraca. “Eles apenas apresentarão o cartão ao validador para registrar sua viagem, se acomodarão na parte dianteira do ônibus e efetuarão o desembarque pela porta da frente”, avisa o superintendente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp) José Carlos Amâncio.

No caso específico dos idosos provenientes de cidades do interior do Estado ou de outros Estados da federação, o direito à passagem gratuita também não sofre alteração. “Todos continuam fazendo uso do benefício por meio da carteira de identidade”, frisa Amâncio.



Enviar por e-mail   Imprimir
Twitter       Facebook       orkut

Anuncie Conosco       Fale Conosco
Acesse o conteúdo
do Portal F5 News
diretamente de
seu celular
Goweb Tecnologia