Cotidiano / Saúde
21/06/2012 10:12:32- Atualizado em 21/06/2012 10:30:11

Medicamento de controle da asma pode ser retirado em farmácia popular

No Dia de Controle da Asma, Aracaju dispõe de remédio pelo SUS

Notícias Sergipe

Por Sílvio Oliveira

No Dia Nacional de Controle da Asma, lembrado nesta quinta-feira (21), uma boa notícia para quem sofre desse mal: as farmácias populares de Aracaju já dispõem do medicamento sulfato de salbutamol, em formato líquido e comprimido. Duas Farmácias Populares gerenciadas pelo Governo Federal passaram a distribuir de forma gratuita o medicamento e cerca de mais 10 estabelecimentos conveniados com o programa “Aqui tem Farmácia Popular” também comercializam a droga a preços mais em conta do que o valor de mercado.

Segundo Fernanda Maciel, gerente de uma das unidades do Farmácia Popular, a distribuição está sendo feita desde 04 de junho, e faz parte do programa Brasil Carinhoso, lançado pelo Governo Federal  como forma de beneficiar mais de 2 milhões de famílias que vivem na extrema pobreza e que tenham crianças de até 6 anos. “Para retirar o medicamento no programa Farmácia Popular, o cidadão deve levar a carteira de identidade, o CPF e a receita médica”, explica.

Os remédios incluídos no programa de distribuição gratuita são o brometo de ipratrópio, dirpoprionato de beclometasona, além do sulfato de salbutamol. Em Aracaju, só está disponível no programa Farmácia Popular o sulfato de salbutamol, mas os outros medicamentos poderão ser encontrados em outros estabelecimentos comerciais a preços com até 90% de desconto. Atualmente também são distribuídos de graça 11 medicamentos para diabetes e hipertensão.

A gerente de uma das farmácias da Pague Menos, conveniada no programa “Aqui tem Farmácia Popular”, Lidiane dos Santos, disse que o brometo de ipratrópio e o dirpoprionato de beclometasona estão sendo distribuídos gratuitamente. “São os medicamentos Berotec e Atrovent. Solicitamos a autorização para fornecer e basta trazer a receituário com um prazo de validade de quatro meses e ser o titular da receita. Também necessita a carteira de identidade e CPF”, destaca.

Distribuição nacional

De fevereiro de 2011 a abril de 2012, o Governo Federal identificou um aumento de 322% na procura pelos remédios de asma nas farmácias populares. Com a distribuição gratuita, a expectativa é diminuir a incidência da doença entre as crianças.

No ano passado, de 177,8 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS) por asma, 77,1 mil foram de crianças com até 6 anos.

O ministério calcula que 800 mil pacientes vão retirar os medicamentos gratuitamente por ano. Atualmente, 200 mil já compram esse tipo de remédio pelo Farmácia Popular.



Enviar por e-mail   Imprimir
Twitter       Facebook       orkut

Anuncie Conosco       Fale Conosco
Acesse o conteúdo
do Portal F5 News
diretamente de
seu celular
Goweb Tecnologia