Cotidiano / Cotidiano
20/09/2012 19:30:56- Atualizado em 20/09/2012 19:48:29

Caminhada da superação defende respeito às pessoas com deficiência

Na próxima sexta-feira (21) será celebrado o Dia Nacional da Acessibilidade. Para sensibilizar, conscientizar e mobilizar todas a sociedade para a eliminação de barreiras de informação, arquitetônicas e em todas as outras esferas que dificultam a participação efetiva de pessoas com deficiência na vida em sociedade, será realizada amanhã, a partir das 14h, com concentração na praça da Bandeira uma grande caminhada.

O Dia Nacional de Luta das Pessoas Deficientes foi instituído pelo movimento social em Encontro Nacional, em 1982, com todas as entidades nacionais. Foi escolhido o dia 21 de setembro pela proximidade com a primavera e o dia da árvore numa representação do nascimento de nossas reivindicações de cidadania e participação plena em igualdade de condições. Esta data é comemorada e lembrada todos os anos desde então em todos os estados; serve de momento para refletir e buscar novos caminhos em lutas, e também como forma de divulgar as lutas por inclusão social. Lei Nº 11.133, DE 14 DE JULHO DE 2005 Institui o Dia Nacional de Luta da Pessoa Portadora de Deficiência.

O Governo do Estado, Conselhos estaduais e municipais, movimentos sociais, empresas privadas e a sociedade civil somarão forças amanhã na Caminha da Superação para levar a mensagem de cidadania, para que todos tenham os mesmos direitos e sejam respeitados de forma igual. A caminhada será o momento para refletir e buscar novos caminhos nas lutas, e também como forma de divulgar as lutas por inclusão social. Esse papel é de todos nós!

Para o Secretário de Estado dos Direitos Humanos, Luiz Eduardo Oliva, o engajamento

dos Conselhos municipal e estadual e movimentos sociais somando forças com o Governo de Estado a fim de provocar a conscientização da sociedade civil é primordial para o pleno exercício da cidadania.   Um evento com esse possibilita a substancial discussão sobre os direitos e barreiras que os deficientes de nosso estado enfrentam e são muitas, a começar pela própria sociedade que os exclui achando que são pessoas limitadas, quando na verdade são pessoas com extrema sede de vida e força de superação, precisamos lutar para garantir sua inclusão e enxergá-los com muito mais respeito e admiração e viabilizar seu direito de ir e vir.  , avalia o secretário Oliva.
 

Semana da Acessibilidade
 

Durante toda a semana foi promovida pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, e patrocinado pelo Instituto GBarbosa (IGB), a 6ª Semana da Acessibilidade que com o tema "Por um mundo sem barreiras para inclusão plena possibilitou um amplo debate sobre a garantia de direitos do livre acesso à pessoa com deficiência.

A presidente do (CMDPcD), Gorete Medeiros, enfatizou a sexta edição do projeto como uma representação a Semana do Dia Nacional das Pessoas com Deficiência.  A 6º Semana da Acessibilidade irá coincidir com o Dia Nacional das Pessoas com Deficiência, e essa é uma data especial para mostramos a sociedade histórias de superações e exemplos de vidas. Mostrar que a deficiência rompe barreiras e ultrapassa limites .

O Conselho Estadual de Política para Pessoa com Deficiência (CEDPcD), vinculada à Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e da Cidadania (SEDHUC) foi parceiro no evento, realizou atividades levantando a discussão a respeito da importância de garantir os direitos das Pessoas com deficiência de ir e vir com dignidade e respeito. Durante toda a semana a equipe esteve em São Cristóvão, Maruim, Canindé, Lagarto, Estância para conscientizar a sociedade civil por meio de palestras.

O Governo do Estado deu todo o apoio à 6º edição da Semana da Acessibilidade por meio da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e da Cidadania(Sedhuc), Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides), Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos(Semarh) e da Prefeitura de Aracaju, Senac, SESI, Instituto Federal de Sergipe (IFS), Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc) e Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Sergipe (CEDPcD).

Dados em Sergipe

25,09% da população de Sergipe possui algum tipo de deficiência. Segundo dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado foi o oitavo do país com o maior percentual de pessoas portadoras de deficiência. 518.901 pessoas declararam possuir deficiência, seja motora, visual, auditiva ou mental, em algum nível. No país, os dados do IBGE de 2010 apontam que 45,6 milhões de pessoas têm algum tipo de deficiência, o que corresponde a 23,91% da população brasileira. Destas, 12,7 milhões (6,7% da população total) possuem pelo menos um tipo de deficiência severa.

Fonte: Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e da Cidadania



Enviar por e-mail   Imprimir
Twitter       Facebook       orkut

Anuncie Conosco       Fale Conosco
Acesse o conteúdo
do Portal F5 News
diretamente de
seu celular
Goweb Tecnologia