Bora esperar o que dificilmente vingará | Clarisse de Almeida | F5 News - Sergipe Atualizado

Bora esperar o que dificilmente vingará
Sobre a derrubada de árvores da avenida Hermes Fontes
Blogs e Colunas | Clarisse de Almeida 18/12/2019 19h47 - Atualizado em 18/12/2019 19h57

Então temos os apoiadores da insana derrubada das árvores da Hermes Fontes!!?

Será que entendem mesmo o que está acontecendo?

Na contramão das cidades civilizadas estamos diminuindo as áreas humanizadas para ceder espaço ao transporte mais egoísta e ultrapassado que existe - os carros. Inadmissível que uma das capitais brasileiras menos arborizadas permita a derrubada de mais de 250 (duzentos e cinquenta) árvores adultas de uma só vez, no coração da cidade.

Nem a promessa de plantio de substitutas pode nos conformar. Além de levar quatro anos para ter sua primeira florada, os Ipês prometidos não são frondosos suficientemente para fornecer de volta a sombra que será sacrificada, uma vez que possuem copas permeáveis.

Mas, apartando-nos da questão das árvores, ponderemos:

Realmente uma faixa a mais resolve o problema da mobilidade na região? Há mais de uma década que se sabe que a solução para as cidades não é oferecer espaço para carros. Ao contrário, todas as correntes de urbanistas, desde o entendimento dos equívocos das “cidades modernas”, pregam as Cidades para Pessoas. Trocar qualidade ambiental por faixa de trânsito é no mínimo ultrapassado, para não dizer coisa pior.

Na campanha eleitoral do atual prefeito, lembro de ter sido oferecidas, aos pensadores de sua equipe, soluções de “pulverização do fluxo de veículos coletivos que desafogariam os grandes eixos de tráfego, como a Avenida Hermes Fontes, em questão, a Avenida Augusto Franco, que aliás não tem uma árvore sequer, a Avenida Barão de Maruim, entre outras. Veículos menores, melhores, alternativos circulariam entre e intrabairros distribuindo a frota e a demanda.

Os sistemas binários entre avenidas paralelas, a custo zero, também são soluções, senão permanentes, pelo menos em horários do fluxo mais intenso. Várias capitais têm utilizado esse recurso com muito sucesso.

Para a questão mobilidade, várias outras soluções são plausíveis. Até mesmo a promessa de campanha de implantação de transporte fluvial conectado ao sistema atual parece ser uma boa alternativa. Mas deixaremos esse assunto para outra conversa.

Mesmo as ciclovias, apontadas como alternativas para pequenas distâncias, aqui nessa terra de “sol a pino”, são pouco utilizadas pela falta de arborização, conectividade e educação no trânsito.

Mas por hoje, acredito mesmo que a capilaridade seja a solução para nossa cidade tão linear. Não temos espaço para BRTs, faixas exclusivas, ou qualquer outra solução que demande ampliar rolamento para veículos. Pura ilusão. Observem a largura das avenidas que abrigam essa configuração em outras cidades como Curitiba, Medellín, Florianópolis... bem largas, muitas vezes à custa de muita desapropriação.

Enfim, ao invés de usar os recursos do convênio nessa obra, de eficácia duvidosa e por curto período, melhor seria serem aplicados em soluções mais contemporâneas e menos destrutivas, alicerçadas em teorias avançadas e logicamente submetidas a Consultas Públicas. Afinal, somos ou não Aracaju, Cidade Inteligente?

Mais Notícias de Clarisse de Almeida
Foto: Clarisse de Almeida
05/06/2021  15h30 Orla Sul Aracaju: ISTO É SEU
Feliz Aniversário, Aracaju!!!
16/03/2021  12h20 Feliz Aniversário, Aracaju!!!
A QUARENTENA QUE NUNCA EXISTIU
31/08/2020  12h46 A QUARENTENA QUE NUNCA EXISTIU
Perspectiva do Trecho I do Projeto Fonte: A autora, 2019
10/04/2020  12h53 ORLA SUL II - Nova orla a caminho!
ORLA SUL I – Uma obra de todos nós
20/03/2020  13h32 ORLA SUL I – Uma obra de todos nós

Blogs e Colunas
Clarisse de Almeida
Clarisse de Almeida

Arquiteta e Urbanista pela FAUSS/RJ, especialista em Tecnologia Educacional pela UERJ e em Paisagismo pela UFLA/MG. Atua com ênfase em Desenho Urbano e Projetos de Edificação e Paisagismo. Leciona no curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIT. Possui trabalhos reconhecidos nacionalmente e tem sido palestrante em variados eventos. É membro da equipe da Ágora Arquitetos.

E-mail: arqclarissedealmeida@gmail.com

O conteúdo e opiniões expressas neste espaço são de responsabilidade exclusiva do seu autor e não representam a opinião deste site.