Histórias do Agro Sergipano (Capítulo I) | Haroldo Araújo Filho | F5 News - Sergipe Atualizado

Histórias do Agro Sergipano (Capítulo I)
Família Schoenherr semeando confiança e seriedade em Sergipe - e a Rural Produtos Agropecuários
Blogs e Colunas | Haroldo Araújo Filho 07/06/2021 09h55

Esporadicamente aproveitaremos o espaço desta coluna para contar as histórias de pessoas e/ou famílias que contribuem ou contribuíram significativamente para o desenvolvimento do Agronegócio sergipano. Afinal, é necessário reconhecer e valorizar os abnegados dessa importante atividade econômica.

Hoje falaremos sobre a família Schoenherr, que através da loja de produtos agropecuários, a destacada Rural, aportou em terras sergipanas, especificamente em Itabaiana, há mais de vinte anos. Não só para ser mais uma opção para clientela, mas para se tornar umas das principais disseminadoras de tecnologias para o campo sergipano.  

A história da Rural se inicia com o patriarca da família, o senhor Renato Mário Schoenherr que, em 1968, deixa o Rio Grande do Sul para gerenciar uma multinacional alemã beneficiadora e exportadora de fumo em folha em Arapiraca (AL). Na década de 80, já como sócio da Cacique SA, subsidiária francesa do mesmo ramo fumageiro, Seu Renato percebe que era o momento de diversificar o negócio e agrega ao portfólio da empresa produtos veterinários e agroquímicos, passando a ser distribuidor para vários estados nordestinos, inclusive Sergipe.

Em 1995, com a saída dos franceses, a família assume parte dos negócios e fica com a distribuição em Alagoas, Sergipe e Vale do São Francisco. Fato esse que fez seu filho mais velho, Ronald Schoenherr, deixar a ainda chamada Mimoso D´Oeste, atual Luiz Eduardo Magalhães, para prospectar possíveis potencialidades do mercado sergipano. Ao vislumbrar que o estado possuía um excelente potencial, conjuntamente decidem abrir no ano de 1996, em Itabaiana, a Rural Produtos Agropecuários.

Sem exageros, é possível afirmar que a Rural revolucionou a comercialização de insumos agropecuários. O que antes era apenas uma relação comercial de venda de balcão, com ela, passou a ser uma relação para fora do balcão, ou seja, os vendedores da Rural passaram a ir até as áreas de produção para levantar as reais necessidades, estreando assim, em Sergipe, a venda associada à assistência técnica.

Nesse toar, a história da Rural está intrinsicamente ligada ao desenvolvimento da cultura do milho em nossa região, pois ela foi uma das precursoras na venda assistida de pacotes tecnológicos que levaram Sergipe a obter altíssimos índices de produtividade. Como também, a comercialização assistida de seus produtos para formação e manejo de pastagens deu à Rural um relevante papel no processo de melhoria da pecuária sergipana.

No ano de 2019, a Rural encontra no grupo empresarial Multserv um excelente parceiro acionário para profissionalização de suas atividades, com objetivo de crescer ainda mais no cenário agropecuário da região. É nesse mesmo ano que falece o patriarca da família, seu Renato Schoenherr, ficando para seus filhos (Ronald e Rubert) e o novo acionista a responsabilidade de conduzir a empresa.

Atualmente a Rural comercializa e distribui um portifólio diversificado de insumos destinados à produção agropecuária, dentre eles: na linha de saúde animal, os produtos da Socil, Virbac e MSD; na de sementes, os produtos da Corteva, Biomatrix, Agromen e Sempre; na nutrição vegetal, os produtos da Valagro e Aqua, além de defensivos agrícolas da Corteva, entre outros.

Enfim, conhecer o papel de histórias como essa da família Schoenherr nos faz valorizar os esforços de tantos que trabalharam, e ainda trabalham, em prol do desenvolvimento da agropecuária sergipana. 


 

Mais Notícias de Haroldo Araújo Filho
Sergipe, uma mina de Fertilizantes
24/05/2021  10h35 Sergipe, uma mina de Fertilizantes
Acesso à terra
10/05/2021  09h08 Acesso à terra
Foto: PUC/PR
27/04/2021  11h40 Me formei, e agora?
Foto: Polícia Civil de Sergipe/Reprodução
13/04/2021  16h30 Violência no Campo: um problema real em Sergipe
11/10/2019  15h49

ENGENHARIA AGRONÔMICA: A SEMPRE PROFISSÃO DO FUTURO


Blogs e Colunas
Haroldo Araújo Filho
Haroldo Araújo Filho

Engenheiro Agrônomo do Incra/Ministério da Agricultura, formado pela Universidade Federal de Sergipe, pós-graduado em Irrigação (UFS). Secretário de agricultura de Riachão do Dantas (2005-2007); Superintendente regional do Incra em Sergipe ( 2016-2017); Delegado da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário em Sergipe (2017). Antes de ingressar no serviço público atuou em empresas comerciais do ramo agropecuário.

E-mail: hafaraujo@yahoo.com.br

O conteúdo e opiniões expressas neste espaço são de responsabilidade exclusiva do seu autor e não representam a opinião deste site.