Em meio a desconfianças, Putin anuncia primeira vacina contra Covid-19
Decisão é questionada por cientistas e OMS pede cumprimento de protocolos
Brasil e Mundo | Por Saullo Hipolito 11/08/2020 12h30

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou nesta terça-feira (11) a primeira vacina contra o Novo Coronavírus. Segundo ele, a vacina estará disponível em janeiro. A decisão é questionada e a Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu o cumprimento dos protocolos e dos regulamentos.

De acordo com o presidente, a sua filha já tomou a vacina, que recebeu aprovação regulatória do Ministério da Saúde russo, e está se sentindo bem. A notícia chega após menos de dois meses de iniciados os testes em humanos.

"Esta manhã foi registrada, pela primeira vez no mundo, uma vacina contra o novo coronavírus", disse Putin durante reunião com membros do governo, segundo a RTP, nas redes sociais.

A vacina desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Moscou é eficaz, de acordo com o Putin. Ele ainda afirmou que foram superadas todas as provas necessárias, além de permitir uma "imunidade estável" face à Covid-19. "Ela participou da experiência. Depois da primeira vacinação, ela teve 38 graus de febre, no dia seguinte 37, e foi apenas isso".

A Rússia aguarda para testagem em massa, em meio a realizações de segurança da vacina em testes clínicos. Os profissionais de saúde, professores e outros grupos de risco serão os primeiros a receber a suposta imunização.

Decisão questionada

Muitos cientistas, no entanto, na Rússia e em outros países, questionaram a decisão de registrar a vacina antes que sejam completada a chamada Fase 3 do estudo - que, por norma, demora vários meses, envolve milhares de pessoas e é a única forma de provar que a vacina experimental é segura e tem efetividade.

Nas últimas semanas, muitos cientistas expressaram preocupação com a velocidade em que estava sendo desenvolvida a vacina. A Organização Mundial da Saúde pediu "diretrizes claras" para o tratamento e o cumprimento dos protocolos e dos regulamentos em vigor.

* com informações da RTP.

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Brasil e Mundo
Foto: Fiocruz/Reprodução
26/09/2020  19h15 Brasil acumula 141.406 mortes pelo novo coronavírus
Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ
26/09/2020  17h04 Profissionais podem se inscrever até 6 de outubro no CNJ Inova
 Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
26/09/2020  16h19 Jovens surdos e intérpretes buscam ar da inclusão
Foto: Itamar Crispim/Fiocruz
26/09/2020  15h33 Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana
Foto: Isac Nóbrega/PR
26/09/2020  14h47 Bolsonaro recebe alta após cirurgia para retirada de cálculo na bexiga