Mais de 5% dos brasileiros são diabéticos, mostra pesquisa | F5 News - Sergipe Atualizado

Mais de 5% dos brasileiros são diabéticos, mostra pesquisa
Brasil e Mundo 09/05/2012 15h23


Dados divulgados hoje (9) pelo Ministério da Saúde indicam que 5,6% dos brasileiros são diabéticos. De acordo com a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2011), o percentual da doença subiu principalmente entre os homens, passando de 4,4% em 2006 para 5,2% no ano passado.

O levantamento foi feito em 26 capitais e no Distrito Federal e mostra que o diabetes é mais comum em pessoas que estudam menos – 3,7% dos brasileiros que têm mais de 12 anos de estudo declaram ser diabéticos, enquanto 7,5% dos que têm até oito anos de escolaridade dizem ter a doença.

O diagnóstico da doença também aumenta conforme a idade da população, já que o diabetes chega a atingir 21,6% dos idosos (maiores de 65 anos) e apenas 0,6% das pessoas na faixa etária de 18 a 24 anos.

A cidade de Fortaleza (CE) aparece como a capital com o maior percentual de diabéticos, com 7,3%, seguida por Vitória (ES), com 7,1%, e Porto Alegre (RS), com 6,3%. As capitais com os menores índices são Palmas (TO), com 2,7%, Goiânia (GO), com 4,1%, e Manaus (AM), com 4,2%.

A diretora do Departamento de Análise de Situação de Saúde, Deborah Malta, lembrou que o diabetes está fortemente associado ao excesso de peso. Dados do Vigitel mostram que, no período de 2006 a 2011, houve um crescimento de 28% na prevalência da obesidade no Brasil. Apenas entre os homens, o percentual de excesso de peso passou de 47,2% para 52,6%.

A pesquisa aponta ainda que 22,7% da população adulta brasileira são hipertensos. O diagnóstico é mais comum entre mulheres (25,4%) do que entre homens (19,5%) e também preocupa entre os idosos (59,7%).

“O Brasil é um país que envelhece e envelhece de forma muito rápida”, disse Deborah. A população tende a viver cada vez mais, a ter maior expectativa de vida e um risco maior de doenças crônicas”, completou.

O ministério informou que o número de internações por diabetes no Sistema Único de Saúde (SUS) aumentou 10% entre 2008 e 2011, passando de 131.734 para 145.869. Entretanto, houve queda na comparação com 2010, quando as internações totalizaram 148.452.

Em 2009, foram notificadas 52.104 mortes pela doença em todo o país. No ano seguinte, os óbitos aumentaram para 54.542. “O grande problema das doenças crônicas é que elas agregam sofrimento, incapacidades e custos cada vez maiores para o sistema público”, acrescentou Deborah.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, lembrou que a oferta gratuita de medicamentos para combater o diabetes, iniciada no ano passado, ampliou em mais de 1 milhão o número de pessoas que utilizam o remédio.

“Pela primeira vez, o Brasil começa a reverter uma tendência de internações pelo diabetes”, disse. “Os dados do Vigitel só reafirmam as decisões do ministério em 2011”, concluiu.

 

Mais Notícias de Brasil e Mundo
Enxaqueca tem controle e requer tratamento médico, alerta neurologista
23/05/2022  08h30 Enxaqueca tem controle e requer tratamento médico, alerta neurologista
"Não é uma doencinha qualquer", diz especialista Leandro Calia
Rede Social/Reprodução
20/05/2022  18h25 Presidente Bolsonaro se encontra com empresário Elon Musk em São Paulo
Um dos temas foi viabilizar internet para 19 mil escolas pelos satélites Starlink
Projeto Astrominas tem inscrições abertas até o dia 29 próximo
20/05/2022  08h18 Projeto Astrominas tem inscrições abertas até o dia 29 próximo
Serão oferecidas 400 vagas para garotas de 14 a 17 anos
Fonte não identificada
18/05/2022  15h47 Filha de Lampião e Maria Bonita processa rede de motéis em Sergipe
Peça publicitária utilizava trocadilho com o nome do casal mais famoso do cangaço
Veja identidade das vítimas de ataque em supermercado nos EUA
16/05/2022  16h15 Veja identidade das vítimas de ataque em supermercado nos EUA
A mãe de uma delas soube da morte da filha por meio de um vídeo nas redes sociais