Após três anos da condenação, PM acusado pela morte de colega é preso | F5 News - Sergipe Atualizado

Sergipe
Após três anos da condenação, PM acusado pela morte de colega é preso
Crime foi praticado em 2010; em 2018 réu foi condenado a 13 anos de reclusão
Cotidiano | Por F5 News 14/09/2021 16h08 - Atualizado em 15/09/2021 09h44

Após três anos da condenação, foi preso o ex-policial militar Bruno Campos Fernandes de Souza, acusado pela morte do colega de farda Alysson Farias de Souza, em agosto de 2010. O mandado de prisão foi cumprido nessa segunda-feira (13), pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), com apoio da Divisão de Inteligência da Polícia Civil (Dipol).  

Em agosto de 2018, Bruno foi julgado pela Justiça sergipana e condenado à pena de 13 anos e 26 dias de reclusão. A defesa recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ele continuou em liberdade, aguardando o resultado. Em março deste ano, os ministros do STF negaram por unanimidade o recurso interposto pela defesa e mantiveram a sentença do Tribunal de Justiça de Sergipe. Na sequência, o ainda militar foi expulso da corporação. 

A delegada Juliana Alcoforado, diretora do DHPP, explica que o mandado de prisão é em função de sentença condenatória irrecorrível. “Todos os trâmites processuais já foram feitos e houve a expedição do mandado de prisão, então ele inicia o cumprimento da sentença a partir de ontem”, diz.

Bruno é campeão de jiu-jitsu reconhecido em todo estado. É também instrutor de tiro e defesa pessoal. Mesmo após a condenação, vinha ministrando aulas em um centro de treinamento de tiro. Em outubro de 2017, foi promovido a cabo e estava lotado no Batalhão de Choque, até maio deste ano.

“Ele é uma pessoa bastante ativa em artes marciais e foi bastante colaborativo no momento da prisão, acompanhando nossa equipe com tranquilidade até a delegacia, a partir de onde foi encaminhado para o sistema prisional”, complementou a delegada.

Relembre

O crime ocorreu na Orlinha do bairro Coroa do Meio, na madrugada do dia 28 de agosto de 2010. Segundo a polícia, os dois policiais militares entraram em conflito em um bar. O desentendimento teria começado por uma vaga de estacionamento, Os ânimos se exaltaram e houve o disparo de arma de fogo. Dois policiais foram feridos, e um deles, Alysson Farias, morreu.
 

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
Sergipe tem 16 casos novos de Covid-19 e um óbito registrado
23/09/2021  21h20 Sergipe tem 16 casos novos de Covid-19 e um óbito registrado
 ASN/Reprodução
23/09/2021  18h00 Governo do Estado planeja ações para mitigar os efeitos da seca
Justiça confirma prisão preventiva dos envolvidos no crime contra delegado
23/09/2021  17h35 Justiça confirma prisão preventiva dos envolvidos no crime contra delegado
Rede Social/Reprodução
23/09/2021  17h09 Chef de cozinha Luciano Moreira morre em acidente de trânsito em Aracaju
Sergipe confirma mais três casos da variante Delta do novo coronavírus
23/09/2021  16h41 Sergipe confirma mais três casos da variante Delta do novo coronavírus