Casamor realiza mutirão para retificação de nome e gênero das pessoas trans
A ação acontece durante a manhã e tarde desse sábado, 10, na sede da associação
Cotidiano 08/11/2018 14:35 - Atualizado em 08/11/2018 14:47
 
O resultado das eleições presidenciais trouxe mais um sinal de alerta para a comunidade LGBTQI+. A partir de janeiro de 2019, há chances de que conquistas - como o casamento homoafetivo e a retificação de nome e gênero de pessoas trans - sejam perdidas frente à justiça. Pensando nisso, a Casamor realizará, neste sábado, (10), um mutirão para viabilizar a mudança na documentação das pessoas trans. O evento acontecerá das 9h às 17h.
 
Em parceria com o Transjus e o Coletivo Sala de Reboco, a equipe da Casamor auxiliará na retirada pela internet das certidões exigidas no provimento 73 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da certidão de hipossuficiência - um documento para tornar gratuita a retirada dos documentos -, por meio do Ministério Público. 
 
As pessoas interessadas em participar devem levar os seguintes documentos: certidão de nascimento; cópia do Registro Geral de Identidade (RG); cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF); cópia do Título de Eleitor.
 
A Casamor é uma associação de caráter filantrópico, assistencial, promocional e recreativo, com finalidade de atender a população LGBTQI+ em situação de vulnerabilidade social, com sede na Rua I, nº 214, Loteamento Rio Poxim, no bairro Inácio Barbosa, próxima ao Espaço Emes.
 
Serviço: 
O que: Mutirão para retificaçãode nome e gênero das pessoas trans
Dia: Sábado, 10 de novembro
Horário: 9h às 17h
Local: Casamor, Rua I, nº 214, Loteamento Rio Poxim, bairro Inácio Barbosa.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa.
Mais Notícias de Cotidiano
17/11/2018 18:14 Homem é preso acusado de estuprar e espancar a filha em Laranjeiras (SE)
Vítima é menor de idade e teria sofrido as agressões ao longo dos últimos três anos
17/11/2018 12:30 Bike aventura: sergipanos encaram desafio pelo Circuito do Vale Europeu
A região, em Santa Catarina, é o endereço certo para quem busca diversão, aventura, cultura e gastronomia
17/11/2018 10:25 Especialista sergipana fala sobre desafios no diagnóstico e tratamento de TDAH
Segundo ela, se observa exagero na medicalização do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade
17/11/2018 09:25 Polícia Civil investiga morte de mulher encontrada na BR 101
Vítima foi identificada e circunstâncias do acidente ainda não foram esclarecidas
17/11/2018 09:00 Revolução dos pelos: mulheres decidem não se depilar a favor da liberdade
Movimento defende domínio do próprio corpo, sem necessidade de seguir padrões estéticos