Escolas de Sergipe recebem ameaças de ataque; três suspeitos foram identificados | F5 News - Sergipe Atualizado

Barbárie
Escolas de Sergipe recebem ameaças de ataque; três suspeitos foram identificados
A SSP informa que montou uma equipe específica para lidar com esse tipo de caso
Cotidiano | Por F5 News 10/04/2023 16h31 - Atualizado em 10/04/2023 17h04


Ameaças em escolas sergipanas estão preocupando pais e alunos em todo o estado. Segundo uma mãe de aluno  de uma escola municipal da zona sul de Aracaju, no começo de março foram feitas ameaças escritas à mão em um banheiro do estabelecimento.

A mãe de um aluno de uma escola particular da capital relatou ao F5 News que o colégio também está sendo ameaçado. Na entrevista, ela descreve a angústia e a preocupação diante das ameaças. “Foi escrito no banheiro da escola dele que dia 13 de abril vai ter um atentado lá. Eu gostaria de cobrar do Estado, eu gostaria de cobrar rigidez na hora que esses adolescentes passem pela porta, que sejam olhadas mochila por mochila e que a gente não permita ficar calado diante de de tamanha gravidade” relatou ao portal.

Em nota, a escola informou que está ciente das ameaças e que, inclusive, acionou a SSP para tentar encontrar os responsáveis. Confira a declaração.

“Tomamos conhecimento de rasuras feitas no banheiro masculino do nosso colégio, fazendo referência à ameaças de ato violento no dia 13/04. Já adotamos as providências que incluem a notificação da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Sergipe, entre outras medidas para coibir qualquer tipo de ato neste sentido. Em mesmo sentido, estamos buscando o responsável pela mensagem para a adoção das medidas disciplinares pertinentes. Informamos que reforçaremos a segurança da escola”.

Outra mãe, de um estudante de uma escola da zona oeste da cidade, relatou que existe um perfil com ameaças nas redes sociais.

O F5 News entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP) e a pasta informou que montou um Grupo de Trabalho composto por unidades especializadas das Polícias Civil e Militar a fim de monitorar, 24 horas por dia, anúncios de ataques a escolas da capital e dos municípios do  interior.

Depois do atentado registrado em uma creche no Estado de Santa Catarina na semana passada, ameaças desse tipo aumentaram em todo o Brasil, valendo-se das redes sociais como meio propagador de pânico.

O Grupo de Trabalho é auxiliado pela Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) e visa identificar e punir disseminadores de notícias falsas e coibir qualquer tipo de ameaça ao ambiente escolar. Uma das ações das autoridades de segurança pública é o contato direto com as Secretarias Estadual e Municipais de Educação com o intuito de ampliar a rede de monitoramento.

Investigação da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) já identificou três suspeitos de realizarem postagens falsas com ameaças nas redes sociais. Eles foram conduzidos à delegacia e vão responder a processo criminal.

 

A população pode contribuir com o trabalho da polícia denunciando qualquer tipo de crime, inclusive os casos de ameaças a estudantes e professores(as) nas instituições de ensino, por meio do Disque-Denúncia 181. O sigilo é garantido.

Matéria em atualização

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
Maria Odília/Seduc
26/02/2024  18h10 Sergipe é o 5º estado com mais alunos em ensino médio integral
SSP/ Ilustrativa
26/02/2024  17h54 Irmãos suspeitos de tentativa de homicídio são identificados em Campo do Brito
Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
26/02/2024  17h30 Governo vai destinar imóveis da União sem uso para habitação popular
Arthuro Paganini/Agência Sergipe
26/02/2024  17h29 Retorno de cimenteira a Sergipe pode gerar 1.500 novos empregos
Rede social/Reprodução
26/02/2024  17h25 Polícia investiga morte de jovem encontrado carbonizado em Aracaju

F5 News Copyright © 2010-2024 F5 News - Sergipe Atualizado