Governo de Sergipe reconhece perda de recursos para o SAMU | F5 News - Sergipe Atualizado

Governo de Sergipe reconhece perda de recursos para o SAMU
Secretaria da Saúde diz que medida é temporária e que não haverá desassistência
Cotidiano | Por F5 News 29/10/2020 16h00

No início da semana, F5 News informou em primeira mão a perda de recursos na ordem de mais de R$ 1,7 mi do Ministério da Saúde (MS) destinados ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), devido ao descumprimento de exigências previstas na Portaria de Consolidação nº 6/GM/MS, de 28 de setembro de 2017. Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) reconheceu o problema, mas disse que a situação é temporária.

A suspensão do repasse de recurso financeiro atinge as Unidades de Suporte Avançado (USA) dos municípios de Rosário do Catete, Nossa Senhora da Glória e Propriá. De acordo com denúncia feita ao F5 News, o motivo da desqualificação foi a falta de equipe médica.

O Estado confirmou que de fato teve dificuldade para preencher as escalas com profissionais junto ao Ministério. Mas, segundo a SES, a decisão do Ministério da Saúde não implica em desassistência à população e a suspensão da transferência de recursos é temporária, até que sejam cumpridas as exigências do MS, que já estão sendo providenciadas.

Sobre como ficará o atendimento do Samu nos municípios onde o recurso foi cortado, a resposta da SES foi que as viaturas serão deslocadas da região mais próxima para o atendimento.
 

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
Rede Social/Reprodução
24/10/2021  11h50 Motociclista morre após colisão com ônibus em Santa Luzia do Itanhy
Rede Social/Reprodução
24/10/2021  11h50 Prédio desaba em Nilópolis (RJ) deixando um morto e três feridos
William Vinícius/Reprodução
24/10/2021  11h05 Homem tenta matar esposa e é baleado por cunhado no agreste de Sergipe
Evento é interrompido por perturbação de sossego no Jardins, em Aracaju
24/10/2021  11h01 Evento é interrompido por perturbação de sossego no Jardins, em Aracaju
Google Maps/Reprodução
24/10/2021  11h00 Geotecnologia apoia investigações sobre crime organizado