Município definirá continuidade ou não da obra de hotel | F5 News - Sergipe Atualizado

Município definirá continuidade ou não da obra de hotel
Hotel foi notificado e enviou documentos à Emurb
Cotidiano 16/05/2012 05h00


Por Silvio Oliveira

A reforma de um hotel situado na avenida Oceânica, orla da praia de Atalaia, em Aracaju (SE), tem obstruído a calçada, impossibilitando a passagem de pedestres. Por ser erguido em uma esquina, o local obriga o pedestre a dividir seu caminho com os carros, correndo risco de ser atropelado. Para complicar, palmeiras imperiais que foram plantadas também obstruem a passagem.

Ao iniciar a obra, o hotel solicitou autorização da Empresa Municipal de Urbanização, como qualquer outro empreendimento a ser erguido ou recuperado, mas o projeto já foi modificado algumas vezes, inclusive com sanção de multas.

O fato é que, a princípio, a obra parece tomar parte da via pública, mas, de acordo com o engenheiro chefe do Departamento de Fiscalização da Emurb, Valdison Melo, foi enviada uma notificação ao hotel a fim de que ele apresentasse toda a documentação necessária com o intuito de se conferir o registro escriturário, o tamanho do lote, para verificação se realmente há ou não invasão da calçada e obstrução da via pública.“Encaminhamos uma equipe topográfica para verificar e, de fato, há oito metros a menos do alinhamento do terreno, conforme registro escriturário”, explica.

Ele ainda destaca que à época, o então hotel Beira Mar foi construído com um recuo, bem mais do que os outros imóveis da avenida. Mesmo assim, segundo o engenheiro, os documentos ainda estão sendo verificados e há uma investigação de desapropriação da área. “O que eles querem é ocupar uma área de registro, mas cabe ao Município aceitar ou não”, revela.

Segundo Valdison Melo, há a caracterização de que ali é via pública, existindo um largo. Essa questão poderá interferir também no parecer do Município.

Quanto à questão das palmeiras plantadas na calçada, esclarece ele que configurando não poder mais avançar no tamanho de origem do terreno, as palmeiras deverão ser retiradas.

A equipe de F5 News chegou a ter contato com uma profissional do hotel, que disse ser a gerente, mas ela não quis prestar maiores esclarecimentos, argumentando que o que devia informar já tinha sido dirigido aos órgãos competentes.

Fotos: Silvio Oliveira

Mais Notícias de Cotidiano
Pixabay/Ilustrativa
04/07/2022  22h00 Neurologista indica quatro atitudes que diminuem o risco de demência
Especialista da Mayo Clinic sugere prevenção a problemas neurodegenerativos na velhice
Expedição da Força Meninas está em Aracaju com teatro, oficinas e palestras
04/07/2022  21h30 Expedição da Força Meninas está em Aracaju com teatro, oficinas e palestras
Saiba como participar do projeto “Meninas Curiosas, Mulheres de Futuro”
TSE/Reprodução
04/07/2022  21h15 TSE apresenta à imprensa projeto de divulgação da totalização de votos
Profissionais de TIC das empresas jornalísticas conheceram funcionamento dos mecanismos
Cerca de 60% dos testes para covid-19 são positivos em Sergipe
04/07/2022  19h45 Cerca de 60% dos testes para covid-19 são positivos em Sergipe
Houve aumento de amostras no último mês, mas testagem ainda é baixa, diz Lacen
SSP / reprodução
04/07/2022  17h30 Motorista sem habilitação se envolve acidente e uma vítima é hospitalizada
Condutor foi preso e levado à Delegacia Regional da Barra dos Coqueiros