Obra de construção da ponte em São Cristóvão deve ser retomada
Energisa inicia retirada de postes que impediam continuidade dos serviços
Cotidiano | Por Fernanda Araujo 15/06/2019 12h00 - Atualizado em 15/06/2019 13h05

A obra para a construção da ponte que interliga o povoado Camboatá ao assentamento Caritá deve ser retomada pela Prefeitura de São Cristóvão, na Grande Aracaju.  A Energisa iniciou a retirada da linha de transmissão de energia que, segundo o Município, impede o acesso de maquinários para a continuidade dos serviços.

A construção da ponte é uma reivindicação antiga dos moradores da região, que constantemente ficam ilhados quando o nível do Rio Pitanga sobe e impede a travessia. Nesta semana, as fortes chuvas que caíram em Sergipe geraram dificuldades à comunidade. Uma ponte improvisada com toras de madeira, construída pelos moradores, ficou destruída e uma nova estrutura precisou ser refeita no local.

Depois de ficar em ritmo reduzido, a obra foi temporariamente suspensa desde que começaram as tratativas com a empresa de energia para fazer o remanejamento dos postes e do cabeamento de energia que interrompia o acesso do maquinário e materiais para a construção. Na época, a empresa deu um prazo de 180 dias para realizar o serviço.

O serviço começou a ser feito pela Energisa na quinta-feira (13) e foi acompanhado por equipes da Secretaria de Infraestrutura e de Serviços Urbanos do município. Após a conclusão, a empresa responsável pela construção da ponte iniciará a implantação das vigas de sustentação. Porém, a data ainda não foi informada.

Segundo a assessoria da Prefeitura, a secretaria e o prefeito da cidade, Marcos Santana, estiveram em diálogo por dois meses com a empresa para agilizar o serviço, por meio de ofícios e visitas à sede da empresa. A obra, com investimento do Município de R$ 264.633,20, foi autorizada no dia 21 de março e a previsão era de conclusão em seis meses.

“Depois de longos anos, essas comunidades terão a sua ponte, que fica sobre o Rio Pitanga. Os serviços foram reduzidos porque precisávamos que a Energisa retirasse o poste. Depois de muita insistência, conseguimos. Estou aliviado que a empresa entendeu a importância social da obra”, afirmou o prefeito ao visitar o canteiro de obras.

Ao F5 News, a Energisa informou em entrevista recente que o deslocamento da rede elétrica deve ser executado até a próxima segunda-feira (17). O prazo foi antecipado, segundo a assessoria, tendo em vista a necessidade de atendimento à população com a ponte. Conforme prazo regulatório, a empresa teria até o final de setembro para fazer o serviço, já que, segundo a Energisa, o orçamento de deslocamento foi aprovado pela prefeitura no dia 14 de maio.

*Com informações da Prefeitura de São Cristóvão

 

Mais Notícias de Cotidiano
Foto: Marcelle Cristinne/SMTT
12/12/2019  12h11 Semáforos inteligentes devem começar a funcionar até o fim de dezembro
Equipamentos já foram instalados e seguem em fase de testes, diz SMTT
Foto: Reprodução/ Redes Sociais
12/12/2019  10h01 Homem morre em acidente e outros três ficam feridos em Cedro de São João
Caso foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal e pelo Instituto Médico Legal
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Reprodução
11/12/2019  18h18 INSS cria programa para identificar benefícios irregulares
Cerca de 11% dos benefícios têm indício de erros, segundo levantamento
Foto: SSP/SE/Reprodução
11/12/2019  17h20 PM prende dupla que comercializava produtos roubados na capital
Casal foi detido ao tentar vender o produto roubado ao próprio dono
Foto: Rede Social/Reprodução
11/12/2019  17h12 Acidente com reboque e táxi lotação deixa quatro feridos em Socorro (SE)
O engate desprendeu e a carrocinha, desgovernada, atingiu o táxi que vinha atrás