Pesquisadores da UFS encontram novas espécies de morcegos | F5 News - Sergipe Atualizado

Pesquisadores da UFS encontram novas espécies de morcegos
Cotidiano 25/07/2012 14h44

Trabalhos de pesquisa científica direcionados à comunidade de morcegos (Chiroptera) existente no Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco, área de preservação coordenada pela Secretaria do Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), estão sendo realizados por alunos de ciências biológicas da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Os trabalhos desenvolvidos na unidade de conservação foram apresentados durante o VI Congresso Brasileiro de Mastozoologia, na cidade de Corumbá no Mato Grosso do Sul.

Segundo a coordenadora dos trabalhos, a bióloga Adriana Bocchiglieri, os estudos começaram em fevereiro do ano passado quando foram encontradas dentro da Unidade de Conservação 20 espécies de morcegos, sendo que oito foram novas para o Junco e três (Tryroptera discifera, Micronycteris brosseti e Trinycteris nicefori) para o Estado de Sergipe. "Dentro das espécies encontradas as frugívoras se destacam por desempenharem um papel importante na recuperação de áreas degradas, ao atuarem como dispersoras de sementes", afirma Adriana, destacando o fato da UC estar inseridas em uma matriz antropizada uma vez que o conhecimento da diversidade da área é importante para a sua manutenção.

Ainda segundo a bióloga os estudos se consistem em três aspectos: na reprodução, dieta e padrão de atividades das espécies. “Percebemos que durante o período da seca as espécies se reproduzem e os nascimentos dos filhotes ocorrem no início das chuvas que é quando o ambiente disponibiliza mais alimentos para as espécies”, cita.

Já em relação aos padrões de atividades, Adriana pontua que as espécies diferem entre si, com a maioria delas sendo mais frequentes no início da noite. “A captura dos animais ocorre entre às 18h e 24h, mais o pico de atividades ocorre até às 21h, evidenciando a competição entre algumas das espécies”, informa.

Nos estudos realizados pela graduanda de ciências biológicas da UFS, Deborah Magalhães de Melo, foi observado ainda que em uma das espécies frugívoras (Carollia perspicillata) sua dieta consistiu em frutos de espécies de vegetação secundária, em que machos e fêmeas diferiram na escolha do alimento.

Além dos estudos dos morcegos dentro da UC, a coordenadora revela que a partir do próximo semestre será iniciado um levantamento das espécies de roedores e marsupiais. "Além do apoio da Semarh esses estudos terão financiamento da Fapitec e contará com a participação de quatro alunos da UFS", comenta.

Incentivo

A bióloga Adriana Bocchiglieri fala ainda da importância do apoio da Semarh através da Unidade de Conservação para a promoção dos estudos. “A inserção dos alunos de graduação a pesquisa dentro do Junco é importante para a formação acadêmica destes, principalmente para o melhor conhecimento da diversidade da área que caracteriza-se por apresentar a maior riqueza de morcegos no Estado”, afirma.

“Vale destacar que a Unidade de Conservação Mata do Junco gerida pela Semarh vem incentivando a realização de pesquisas com objetivo de ampliar os conhecimentos sobre toda biodiversidade que compõe a unidade. Esses estudos desenvolvidos pelos alunos da UFS demonstram que o refúgio é atuante para a disseminação do conhecimento”, é o que destaca a coordenadora da unidade de conservação do Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco, Augusta Barbosa.

Morcegos

Considerados como o segundo grupo mais diverso entre os mamíferos no país, os morcegos apresentam diferente hábitos alimentares, se alimentando por sua vez de frutos, insetos, néctar, vertebrados e sangue. Dessa maneira eles são importantes para o equilíbrio biológico dos ambientes já que atuam no controle de pragas, na dispersão de sementes e na polinização das plantas.

Mais Notícias de Cotidiano
SMS/ Reprodução
19/08/2022  21h00 Sábado tem Dia D de vacinação infantil nos shoppings Jardins e RioMar
Ação da Saúde municipal objetiva imunizar crianças e adolescentes de até 15 anos
Metrópoles/Reprodução
19/08/2022  20h30 Covid em baixa: médicos explicam se já é seguro abandonar as máscaras
Especialistas dizem o que deve ser avaliado para decidir usar ou não o item
Reprodução/ Metrópoles
19/08/2022  20h02 Mães veem tratamento dos filhos regredir após tortura de fonoaudióloga
Mulheres acusam a profissional de agressão e tortura contra crianças autistas
arquivo pessoal / cedida ao F5 News
19/08/2022  19h11 Dia Mundial da Fotografia: é possível sobreviver com a profissão em Sergipe?
Profissionais da área relatam qual o panorama do mercado de trabalho no estado
SSP/ Reprodução
19/08/2022  19h04 Polícia cumpre mandado de internação contra adolescente em Lagarto
Jovem é suspeito de furto de fios da Deso que causou desabastecimento no município