Polícia apreende dez quilos de crack e uma pistola | F5 News - Sergipe Atualizado

Polícia apreende dez quilos de crack e uma pistola
Cotidiano 28/12/2011 15h09


A Polícia Civil de Sergipe apresentou nesta quarta-feira (28) detalhes da operação que culminou, no início da noite da última terça-feira (27) com a prisão do ex-presidiário Willames Teles dos Santos, 21 anos, vulgo "Zabo" e o indiciamento pela quarta vez pelo crime de tráfico de drogas do detento do sistema prisional Thiago dos Santos Silva, 26 anos, conhecido como "Thiago Gordinho".

Os agentes do  Departamento de Narcóticos (Denarc) chegaram a Willames após uma denúncia anônima recebida na terça-feira, 27. Ele foi preso no conjunto João Alves Filho, em Nossa Senhora do Socorro, quando saía de uma agência bancária. Em seguida, os agentes foram até a casa de willames no conjunto Albano Franco, onde foram encontrados dez quilos de crack, balanças digitais, um Fiat Pálio, cor vermelha, um Corsa Sedan na cor branca e uma pistola calibre .45 de uso restrito das Forças Armadas do Brasil, que estava escondida dentro de um colchão.

Willames informou a polícia que foi cooptado por um traficante conhecido como “Diet” - morto assassinado esta semana - e atuou como “mula”, ou seja transportou o crack de Santos (SP) até Sergipe, com a garantia de receber R$ 7 mil, parte teria sido paga com a pistola apreendida e o restante em dinheiro. Ele revelou, ainda, que o “dono” da droga seria Thiago dos Santos Silva, que está detido em um dos presídios no Estado.

Com o apoio do Departamento do Sistema Penitenciário (Desipe) e da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) os agentes do Denarc confirmaram a informação repassada por Williames de que a droga pertencia a Thiago. “O Desipe tem sido nosso parceiro nessas ações”, disse o delegado Osvaldo Resende.

Segundo o delegado, Thiago recebia visitas no presídio e conseguia articular o tráfico. “Não tem como impedir essas visitas que é permitida pela Lei de Execução Penal. Com isso não pode ser impedida pelo Desipe”, disse Resende.
Thiago e Williames foram indiciados pelo crime de tráfico de drogas. “Este é o quatro processo  por tráfico que Thiago responde, sendo três destes ele já dentro do presídio. Já Willames estava solto há um mês e já foi preso por porte ilegal de arma de fogo, posse de droga e homicídio”, informou o delegado.

 

Fonte: SSP/SE

Mais Notícias de Cotidiano
Pixabay/Ilustrativa
04/07/2022  22h00 Neurologista indica quatro atitudes que diminuem o risco de demência
Especialista da Mayo Clinic sugere prevenção a problemas neurodegenerativos na velhice
Expedição da Força Meninas está em Aracaju com teatro, oficinas e palestras
04/07/2022  21h30 Expedição da Força Meninas está em Aracaju com teatro, oficinas e palestras
Saiba como participar do projeto “Meninas Curiosas, Mulheres de Futuro”
TSE/Reprodução
04/07/2022  21h15 TSE apresenta à imprensa projeto de divulgação da totalização de votos
Profissionais de TIC das empresas jornalísticas conheceram funcionamento dos mecanismos
Cerca de 60% dos testes para covid-19 são positivos em Sergipe
04/07/2022  19h45 Cerca de 60% dos testes para covid-19 são positivos em Sergipe
Houve aumento de amostras no último mês, mas testagem ainda é baixa, diz Lacen
SSP / reprodução
04/07/2022  17h30 Motorista sem habilitação se envolve acidente e uma vítima é hospitalizada
Condutor foi preso e levado à Delegacia Regional da Barra dos Coqueiros