PRF apreende mais de cem pássaros silvestres no sertão de Sergipe | F5 News - Sergipe Atualizado

PRF apreende mais de cem pássaros silvestres no sertão de Sergipe
Cotidiano 28/10/2011 10h35

Uma ação desenvolvida na última segunda-feira (24), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), IBAMA e Ministério Público dos Estados de Sergipe e da Bahia, resultou na apreensão de 102 pássaros silvestres de várias espécies. A ação faz parte da Operação FPI (Fiscalização Preventiva Integrada no Estado Sergipe) e tem como objetivo coibir os crimes ambientais e as ações degradantes ao meio ambiente na região da Bacia do Rio São Francisco no estado sergipano.

                Esse programa de fiscalização em conjunto teve início na Bahia em 2002 e desde  o dia 16 desse mês ocorre a 26ª etapa na região de Paulo Afonso (BA). Equipes formadas por Policiais Rodoviários Federais, em conjunto com o Núcleo do São Francisco do Ministério Público da Bahia (NUSF), IBAMA, CRE-BA e SEFAZ/BA se deslocaram em apoio ao MP/SE e intensificaram a fiscalização nos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo, ambos localizados no sertão de Sergipe.

        As ações da PRF foram direcionadas para o tráfico e criação de animais silvestres. No total, 102 pássaros foram apreendidos. Entre as espécies estão o Coleiro, Canário-da-terra, Azulão, Cardeal, Papa-capim, Curió, Sabiás, Pomba-do-pará, Tico-tico, Bigode, periquitos, Chorão, Pomba-fogo-apogou, Pássaro-preto, Cancão, Veludo, Pêga, cigarras e Maria-fita.

        Em um dos pontos fiscalizados na zona rural do município de Poço Redondo (sertão sergipano), foram apreendidos 18 pássaros e uma espingarda de caça sem marca e calibre definidos. Já na zona urbana do município de Canindé do São Francisco foram apreendidos 52 pássaros, sendo que em apenas um dos pontos os policiais encontraram 30 aves e 02 espingardas calibre .12. Além disso, 07 cartuchos intactos do mesmo calibre foram apreendidos.

        Os envolvidos responderão por crime ambiental e posse ilegal de armas de fogo. Já as aves apreendidas foram levadas em um caminhão da própria PRF até Paulo Afonso, onde passarão por uma avaliação dos biólogos da Universidade Estadual da Bahia (UNEB) e depois seguirão para o Centro de Conservação e Manejo da Fauna (CEMAFAUNA), em Petrolina(PE).

        Até agora (do início da 26ª Etapa na Bahia e da 1ª Etapa em Sergipe), foram apreendidos 290 animais silvestres da fauna brasileira mantidos em cativeiro, 13 armas de fogo utilizadas na caça predatória, 14m³ de madeira, 06 animais silvestres abatidos, além de diversas gaiolas e armadilhas usadas na captura de animais.

Fonte e foto: PRF

Mais Notícias de Cotidiano
Rede Social/Reprodução
24/10/2021  11h50 Motociclista morre após colisão com ônibus em Santa Luzia do Itanhy
Com a colisão, o ônibus incendiou, mas os ocupantes conseguiram sair sem ferimentos
Rede Social/Reprodução
24/10/2021  11h50 Prédio desaba em Nilópolis (RJ) deixando um morto e três feridos
Bombeiros fazem varredura nos escombros com o auxílio de cães da corporação
William Vinícius/Reprodução
24/10/2021  11h05 Homem tenta matar esposa e é baleado por cunhado no agreste de Sergipe
O suspeito esfaqueou o esposa e foi alvejado pelo irmão dela em Campo do Brito
Evento é interrompido por perturbação de sossego no Jardins, em Aracaju
24/10/2021  11h01 Evento é interrompido por perturbação de sossego no Jardins, em Aracaju
Por meio das redes sociais, artistas e participantes lamentaram o episódio
Google Maps/Reprodução
24/10/2021  11h00 Geotecnologia apoia investigações sobre crime organizado
Órgãos públicos podem aderir ao programa por intermédio do Ministério da Justiça