Olho de Hórus: Rafaell Scoobydoo é um dos mortos na operação em Itabaiana | F5 News - Sergipe Atualizado

Polícia Civil
Olho de Hórus: Rafaell Scoobydoo é um dos mortos na operação em Itabaiana
Segundo a polícia, apesar da popularidade, o jovem era envolvido com o crime
Cotidiano | Por F5 News 07/10/2021 17h40 - Atualizado em 07/10/2021 17h58

Um jovem de boa aparência, popular na cidade e nas redes sociais. Só no perfil do Instagram são mais de 36 mil seguidores. Rafael da Costa Santos, ou melhor, Rafaell Scoobydoo, como era conhecido, atuava no ramo de entretenimento e fazia sucesso onde chegava com seu paredão.  Além de toda essa popularidade, segundo a polícia, o rapaz era suspeito de integrar uma organização criminosa que atua no tráfico de drogas no município de Itabaiana, no Agreste de Sergipe.

De acordo com a Polícia Civil, Rafael era um dos alvos da Operação Olho de Hórus, deflagrada nesta quinta-feira (7). Ele teria reagido à abordagem e entrado em confronto com os policiais. Na casa dele, os policiais encontraram armas e drogas.

“Ele era investigado por narcotráfico e uso de arma de fogo. Apesar de ser bem visto socialmente, ele é suspeito de ameaçar de morte outros criminosos”, disse o delegado Wilkson Vasco sobre Rafael.

Além de Rafael Scoobydoo, outros dois suspeitos morreram em confronto durante a operação em Campo do Brito. Eles foram identificados como Alex Almeida de Jesus e Romário Ferreira Santos.

[GALERIA][/GALERIA]

A ação coordenada pelo Departamento de Narcóticos (Denarc) foi realizada em dez municípios e teve como objetivo desarticular três grupos criminosos, sendo dois voltados ao tráfico de drogas e um que atuava no roubo de chácaras no interior do estado.

As ações foram realizadas em trabalho integrado envolvendo equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar, com o apoio da Guarda Municipal de Aracaju. 

Como resultado da operação foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão, oito prisões e apreensões de armas e drogas.

De acordo com as investigações, dois dos grupos praticavam o tráfico de drogas em alta quantidade e demonstravam poder bélico com fotos de arma longa. Os integrantes também vendiam armas e munições.

Na investigação, o Denarc chegou à informação de que um dos grupos estava ameaçando integrantes de uma terceira organização criminosa, voltada ao roubo de chácaras. Em um dos crimes, membros desse grupo criminoso dispararam na mão de uma das vítimas. Além disso, membros da associação criminosa também praticavam o crime de estupro. 

O diretor do Denarc, delegado André David, destacou que a operação resultou na localização de investigados de alta periculosidade em Sergipe. 

“Alguns dos suspeitos já tinham sido presos e são traficantes conhecidos na região. Apreendemos uma grande quantidade de entorpecentes, armas de fogo, dinheiro, joias, veículos. Essas ações visam à interiorização do Denarc”, detalhou.

 

Galeria: Divulgação SSP e Jorge Henrique/SSP
 

Mais Notícias de Cotidiano
Foto: divulgação
18/10/2021  09h06 Polícia Federal apreende quase duas toneladas de maconha em Sergipe
SMTT registra 10 acidentes durante o final de semana em Aracaju
18/10/2021  08h40 SMTT registra 10 acidentes durante o final de semana em Aracaju
Seduc inicia Simula Enem presencialmente a partir desta segunda-feira
18/10/2021  07h21 Seduc inicia Simula Enem presencialmente a partir desta segunda-feira
Sergipe registra 3 novos casos de Covid-19 e nenhum óbito neste domingo
17/10/2021  21h15 Sergipe registra 3 novos casos de Covid-19 e nenhum óbito neste domingo
Homem morre após ser atingido de frente por um ônibus em Indiaroba
17/10/2021  19h27 Homem morre após ser atingido de frente por um ônibus em Indiaroba