Saiba como vai funcionar o novo novo monitoramento em rodovias sergipanas | F5 News - Sergipe Atualizado

Trânsito
Saiba como vai funcionar o novo novo monitoramento em rodovias sergipanas
O objetivo é proporcionar uma maior segurança às rodovias do estado
Cotidiano | Por Ana Luísa Andrade 14/06/2022 10h24 - Atualizado em 14/06/2022 12h36

O Governo de Sergipe anunciou a implantação de novo sistema de monitoramento eletrônico da malha rodoviária estadual, visando proporcionar uma maior segurança às rodovias do estado. Ele passa a valer a partir de 10 de julho deste ano.

Segundo Geraldo Motta, diretor de Trânsito do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), a partir da implantação efetiva do monitoramento, motoristas que infringirem as regras de trânsito passarão a ser autuados.

A instalação foi iniciada ainda em maio e concluída no início deste mês. Em Aracaju, foram contemplados os 17 km da rodovia Inácio Barbosa (SE-100), na Orla Sul, principal via de acesso aos litorais Sul sergipano e Norte baiano.

Durante os 30 dias anteriores à efetiva ativação do sistema, o DER e o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRV) vêm realizando uma série de ações educativas para orientar os condutores sobre o novo monitoramento.

Como funciona o sistema
Em todo o estado, o sistema conta com 20 câmeras de videomonitoramento, 20 lombadas eletrônicas e 150 radares de velocidade fixos, além de seis móveis. Assim, será possível fiscalizar a velocidade e identificar as placas dos veículos que trafegam nas rodovias.

Conforme informações do Governo de Sergipe, isso auxiliará os agentes estaduais a identificar irregularidades a partir da geração de alertas como furto, roubo ou busca e apreensão no Centro de Controle Operacional, otimizando tempo e recursos públicos.

“Esse equipamento possibilita que você faça o acompanhamento das placas, viabilizando, caso haja algum alerta por parte da Secretaria de Segurança, que você identifique aquele veículo”, afirma o diretor Geraldo Motta.

Além disso, o sistema foi implantado nos locais onde a incidência de acidentes é maior, visando a diminuição desses números a partir do controle da velocidade dos veículos. Isso poderá contribuir ainda para evitar a superlotação do sistema de saúde pública, como é o caso do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse).

“Vamos evitar estar superlotando o Huse com pacientes politraumatizados”, declarou Ícaro Cardoso, coordenador médico do pronto-socorro da casa de saúde.
 

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
SMS/ Reprodução
19/08/2022  21h00 Sábado tem Dia D de vacinação infantil nos shoppings Jardins e RioMar
Metrópoles/Reprodução
19/08/2022  20h30 Covid em baixa: médicos explicam se já é seguro abandonar as máscaras
Reprodução/ Metrópoles
19/08/2022  20h02 Mães veem tratamento dos filhos regredir após tortura de fonoaudióloga
arquivo pessoal / cedida ao F5 News
19/08/2022  19h11 Dia Mundial da Fotografia: é possível sobreviver com a profissão em Sergipe?
SSP/ Reprodução
19/08/2022  19h04 Polícia cumpre mandado de internação contra adolescente em Lagarto