Justiça concede liberdade ao delegado Osvaldo Resende | F5 News - Sergipe Atualizado

Justiça concede liberdade ao delegado Osvaldo Resende
Delegado sergipano estava preso desde agosto por decisão do TJ da Paraíba
Cotidiano | Por F5 News 23/11/2021 16h41 - Atualizado em 23/11/2021 17h08


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou o pedido da defesa e concedeu liberdade ao delegado sergipano Osvaldo Resende,  envolvido na morte do empresário paraibano Geffeson Moura Gomes, de 31 anos, durante abordagem policial ocorrida no dia 16 de março deste ano. A decisão foi deferida nesta terça-feira (23).

O delegado estava preso desde o dia 24 de agosto, após uma decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba. Segundo o advogado Guilherme Maluf, o STJ entendeu que não há motivos para a manutenção da prisão, que considerou desnecessária.

“Se trata de uma reafirmação que defendemos durante todo processo, ou seja, que essa prisão era totalmente desnecessária, que o delegado não oferecia qualquer risco à sociedade sergipana, muito pelo contrário. Então, é uma decisão para se celebrar, para se comemorar, porque se trata de um reconhecimento e de uma justiça, que é a liberdade do delegado Osvaldo Resende”, afirmou o advogado.

Guilherme Maluf também é advogado do policial Gilvan Moraes.

Entenda o caso

O empresário Gefferson de Moura morava em João Pessoa e estava indo para Cajazeiras, acompanhar de perto a situação do pai, que havia sido diagnosticado com a Covid-19. A ideia,  segundo a família, era levar o idoso para se tratar na capital paraibana. No percurso, Gerfferson parou em Soledade, por volta das 20h30 para jantar, e enviou áudio a uma irmã, dizendo que ia chegar perto da meia-noite à casa dela. Pouco tempo depois, o empresário foi morto com sete tiros, dentro do próprio carro, na cidade de Santa Luzia, que fica a 75k de Soledade.

O delegado responsável pela operação se apresentou na delegacia de Patos, que fica a 45k de Santa Luzia e contou a sua versão dos fatos.

Segundo os primeiros relatos dos policiais sergipanos, a equipe estava em território paraibano para cumprir mandados de prisão expedidos contra um grupo que atua no roubo de cargas em Sergipe e que estaria escondido na Paraíba. Durante a ação, a equipe alega ter se deparado com um veículo em atitude suspeita e com o condutor supostamente armado com uma pistola. Teria havido uma reação e os policiais atingiram o motorista, que chegou a ser socorrido, mas faleceu em seguida.

As informações não foram confirmadas pelas investigações e o caso passou a ser investigado pela Delegacia de Homicídios da cidade de Patos (PB). Os trabalhos estão sob a coordenação dos delegados Sylvio Rabello e Glauber Fontes.

Além de Osvaldo, foram presos o policial civil José Alonso Santana e o militar Gilvan Moraes de Oliveira, que estava cedido à Polícia Civil.

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
Deotap deflagra operação contra fraudes em licitações em Moita Bonita
24/05/2022  06h39 Deotap deflagra operação contra fraudes em licitações em Moita Bonita
Rede Social/Reprodução
23/05/2022  20h15 Mulher perde 70 kg após casamento ser adiado pela pandemia
SSP/ Reprodução
23/05/2022  19h38 Polícia Civil de Sergipe prende homem por estupro de vulnerável
Agência Aracaju/ Reprodução
23/05/2022  17h00 Tempo em Sergipe prossegue com chuvas e temperaturas abaixo dos 30°
Nautilus
23/05/2022  17h00 Três coisas que parecem estranhíssimas explicadas pela Ciência