Usuários de transporte por aplicativo em Aracaju denunciam constantes cancelamentos | F5 News - Sergipe Atualizado

Usuários de transporte por aplicativo em Aracaju denunciam constantes cancelamentos
Segundo relatos, motoristas cancelam viagens frequentemente, causando transtornos
Cotidiano | Por Laís de Melo 14/09/2021 13h08 - Atualizado em 16/09/2021 08h54

Poucos carros disponíveis e excesso de cancelamentos. Essa tem sido a realidade para usuários do transporte individual por aplicativo em Aracaju. F5News recebeu relatos de pessoas que usam esse meio de locomoção com frequência e a situação relatada é unânime: estão passando por estresse e chateação com a alta incidência de cancelamentos de viagens por parte dos motoristas. 

A estudante e consultora de seguro-saúde Sandrine Rocfort reside na capital sergipana e utiliza aplicativos de transporte diariamente, bem como seus três filhos. Segundo ela, os cancelamentos estão ocorrendo todos os dias e a frequência tem aumentado com o passar do tempo. 

“Eles cancelam principalmente quando estão chegando perto da nossa residência ou do local do embarque. Utilizo dois aplicativos e nos dois os motoristas cancelam. Eles estão impossíveis. Fora os carros que são precários e alguns motoristas mal educados”, relata a usuária. 

Ainda segundo Sandrine, apesar de não haver custos quando ocorre cancelamento, o transtorno é grande. “O aplicativo fica procurando outro motorista que por muitas vezes demoram mais que três minutos na espera, para encontrar outro. Daí ainda vem o tempo de espera do carro chegar”, conta. 

Recentemente, a visitante Mariana Barbosa, que é aracajuana mas mora fora há cerca de três anos, solicitou uma corrida por volta de 1h da madrugada e teve o pedido cancelado por quatro vezes. “Eu não consegui. Desisti e vi se tinha alguma amiga que pudesse me dar uma carona”, disse. No dia seguinte, a situação se repetiu, às 20h. 

“Eu precisava voltar do shopping para casa, e esperei mais de 20 minutos para conseguir um motorista no aplicativo”, revela. 

De acordo com o representante dos motoristas de aplicativos em Sergipe, Josemar Pontes, os cancelamentos são uma orientação para a categoria, diante dos altos custos das taxas cobradas pelas empresas, bem como o preço elevado dos combustíveis. Pontes explica que, muitas vezes, a depender da distância de deslocamento até o ponto de embarque do passageiro, o motorista acaba sem lucros e, por isso, é orientado que cancele aquela solicitação. 

Por outro lado, a justificativa entra em choque com o que foi relatado pela usuária Sandrine, nesta matéria, ao afirmar que muitas vezes a corrida é cancelada quando o motorista já está próximo ao local de embarque. 

“Estamos fazendo uma campanha de conscientização para que os motoristas só aceitem corridas que não gerem prejuízos. Porque os deslocamentos do ponto A ao ponto B para pegar o passageiro chega a ser de 10km, e a empresa paga apenas R$ 2 por esse deslocamento. O litro do combustível é R$ 6,20. Matematicamente, o motorista está dando carona em muitas corridas. E é por isso que hoje em dia o passageiro espera tanto por um carro”, afirma o representante. 

Ainda conforme Pontes, a categoria vem sofrendo uma série de perdas e enfrenta dificuldades em operar. “Quando os aplicativos surgiram, os brasileiros estavam desempregados e viram ali uma oportunidade de levar o pão para casa. As plataformas, naquele momento, há cerca de seis anos, ofereceram aos motoristas diversas vantagens de ganhos. Mas há dois anos tivemos a surpresa de uma redução de quase 40% nos valores da corrida, sem sermos informados, do dia para a noite. Junto vieram diversos aumentos do combustível, levando então ao caos dos valores das tarifas”, acrescenta.

Um exemplo citado pelo representante é que, antigamente, uma corrida de 18km ficava em torno de R$ 32, e atualmente, essa mesma distância, custa aproximadamente R$ 15. 

“Hoje, o motorista não pode sair para buscar o passageiro se a distância for superior a 1km, já que se a distância for superior a isso, ele estará dando carona. Uma das empresas, só em Aracaju, fatura R$ 15 milhões sem deixar um centavo no estado. Hoje, somos quase 20 mil motoristas cadastrados e cerca de 9 mil rodando dia e noite, mas não conseguimos estabelecer diálogo com as empresas. Por isso, muitos estão deixando os aplicativos, não têm condições, hoje quem está rodando é o motorista que ainda tem o carro próprio e precisa fazer uma jornada de 18h atrás de um volante para fazer 250 reais brutos”, relata Josemar Pontes. 

A Uber enviou nota ao F5News, na qual afirma que tem intensificado ações para ajudar os motoristas a reduzirem seus gastos, com parcerias que oferecem desconto em combustíveis, por exemplo, assim como tem feito uma revisão e reajustado os ganhos dos parceiros em diversas cidades, mas não cita quais. Conheça o programa de vantagens Uber Pro

Em relação aos cancelamentos, segundo a empresa, os motoristas são profissionais independentes e, assim como os usuários, podem cancelar viagens quando julgarem necessário. "Cancelamentos injustificados muito excessivos, reiterados ou para fins de fraude, porém, configuram violação ao Código da Comunidade e aos Termos de Uso pois atrapalham o bom funcionamento da plataforma e prejudicam a experiência dos demais motoristas e usuários. Temos equipes e tecnologias próprias que revisam constantemente as viagens e cancelamentos para identificar suspeitas de violação e, caso sejam comprovadas, banir as contas envolvidas", afirmou a Uber. 

 

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
Sergipe tem 16 casos novos de Covid-19 e um óbito registrado
23/09/2021  21h20 Sergipe tem 16 casos novos de Covid-19 e um óbito registrado
 ASN/Reprodução
23/09/2021  18h00 Governo do Estado planeja ações para mitigar os efeitos da seca
Justiça confirma prisão preventiva dos envolvidos no crime contra delegado
23/09/2021  17h35 Justiça confirma prisão preventiva dos envolvidos no crime contra delegado
Rede Social/Reprodução
23/09/2021  17h09 Chef de cozinha Luciano Moreira morre em acidente de trânsito em Aracaju
Sergipe confirma mais três casos da variante Delta do novo coronavírus
23/09/2021  16h41 Sergipe confirma mais três casos da variante Delta do novo coronavírus