Centro de Distribuição do G Barbosa voltará para Sergipe
Governo autorizou Regime Especial de Tributação do ICMS para a empresa
Economia | Por Agência Sergipe 06/06/2019 07h14 - Atualizado em 06/06/2019 19h05

Com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico estadual, incentivando a expansão dos investimentos de empresas instaladas no estado e fomento à geração de emprego e renda para o povo sergipano, o governador Belivaldo Chagas assinou, nesta quinta-feira(06), na Secretária de Estado da Fazenda (Sefaz), Termo de Acordo de adoção de Regime Especial de Tributação do ICMS, com a Empresa Cencosud, que administra o Grupo G Barbosa. O termo possibilita o retorno, após alguns anos, do Centro de Distribuição do G. Barbosa para Sergipe.

Participaram da reunião o presidente do Grupo Cencosud, Sebastian Los; o novo secretário da Fazenda, Marco Antonio Queiroz; o secretário de Comunicação, Sales Neto; a superintendente Executiva da Sefaz, Ana Cristina Prado; e a superintendente de Gestão Tributária e Não Tributária da Sefaz, Silvana Maria Lisboa Lima.

“Essa notícia traduz a volta da confiança em Sergipe de um dos grupos empresariais mais respeitados e importantes, não apenas em Sergipe, ou no Brasil, já que eles possuem operações em diversas partes do mundo. Essa iniciativa abre uma grande janela de oportunidades nas áreas de logística, transporte, aumento de circulação de mercadorias, geração imediata de mais empregos e integra um conjunto de ações direcionadas ao desenvolvimento econômico do nosso estado. Faço questão de registrar a competência e a capacidade dos técnicos da Secretaria da Fazenda que conduziram essa negociação exitosa para nosso estado”, destacou o governador Belivaldo Chagas.

O Termo de Adoção de Regime Especial de Tributação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no âmbito do Estado de Sergipe, está em conformidade à Portaria Sefaz n° 447/214. Por meio do Termo de Acordo, o governo do Estado formaliza a ampliação da parceria com a empresa no desenvolvimento econômico estadual, oferecendo condições para expansão de suas atividades em Sergipe, o que proporciona a intensificação das operações de venda de mercadorias ao comércio interno e interestadual.

O termo possibilita a retomada das atividades anteriormente deslocadas para unidades da empresa em outros Estados, ampliação da operacionalização do Centro de Distribuição em Sergipe e a geração de novas parcerias com empresas fornecedoras de equipamentos e prestadoras de serviços, como transportadoras.

Geração de empregos

Para o novo secretário de Estado da Fazenda, Marcos Antônio Queiroz, a medida traz um benefício imediato para geração de empregos. “Geração de emprego é uma das grandes preocupações do governador do Estado, da gestão do governador do Estado, que têm solicitado estudos permanentes aos técnicos da Sefaz para que possa haver receita, aumento da arrecadação, concomitante a racionalização de processos, a melhoria da gestão de recursos disponíveis e, sobretudo, o governador tem pedido que encontremos fórmulas para que o emprego em Sergipe aumente. Esse acordo vai trazer de volta o Centro de Distribuição do Cencosud para o estado de Sergipe, então é uma vitória dessa gestão”, frisou.

O novo secretário falou ainda da possibilidade de atração de novas empresas, ou ampliação das que já estão instaladas no estado, estimuladas com a maior demanda. “Quando uma grande empresa se instala em uma região ao redor daquela grande empresa se instalam fornecedores, como o Cencosud é um grupo nacional, com presença na América Latina, quando ele decide que uma unidade da federação como estado de Sergipe vai ter um centro de distribuição, naturalmente, ele agrega valor ao estado, o que atrai empreendedores e fornecedores que vão gerar emprego localmente. Então, vão ter unidades de empresas que vão ser instaladas em Sergipe por conta da presença do centro distribuição desse grande varejista, como vai haver uma dinâmica maior para a geração de empregos locais, porque empreendedores locais também vão ser potenciais fornecedores para este grupo que é um dos maiores da América Latina”, avaliou.

Cencosud

A Cencosud é um dos principais grupos do mercado varejista latinoamericano. Com operações na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e no Peru, e com um escritório comercial na China, o grupo tem mais de 30 anos de atuação e permanece em pleno desenvolvimento, conquistando novos mercados e clientes a cada dia. A Cencosud emprega diretamente mais de 140.000 pessoas em mais de 900estabelecimentos comerciais, entre super e hipermercados, lojas de materiais de construção, shopping centers, lojas de departamento, entre outros formatos do varejo.

No Brasil, além do GBarbosa, a Cencosud adquiriu as bandeiras Mercantil Rodrigues, Perini, Bretas e Prezunic, e hoje conta com mais de 220 lojas distribuídas em oito estados (Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro e Sergipe). Ao longo dos anos, a companhia vem investindo sua expertise no varejo para fortalecer e desenvolver seus negócios no Brasil, oferecendo diversas oportunidades de carreira para seus mais de 30.000 colaboradores.
 

Mais Notícias de Economia
Foto: Arquivo/Agência Brasil
04/12/2019  18h48 Vendas de supermercados aumentam 4,3% em outubro deste ano
Em relação ao mesmo mês de 2018, resultado de outubro atingiu elevação de 5,78%
Foto: ASN/Reprodução
04/12/2019  14h16 Azul inicia dois novos voos para Sergipe em dezembro
Expectativa é que medida proporcione aumento de fluxo turístico para o estado
Foto: Fernanda Araujo/F5 News
03/12/2019  14h24 Projeto deve facilitar acesso à terra e recursos a pequenos produtores
Novo programa nacional de crédito fundiário foi apresentado em Sergipe
Foto: Arquivo/Agência Brasil
03/12/2019  10h38 PIB cresce 0,6% no terceiro trimestre, revela IBGE
Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, expansão é de 1,2%
Antes da obra, caminhoneiros enfrentavam engarrafamentos e atoleiros na BR-163. Foto: Divulgação/Exército
03/12/2019  08h30 CNI comemora conclusão de trecho da BR-163 no Pará
Obra foi executada por batalhão de engenharia e construção do Exército