Conheça os vencedores do Prêmio BNB da Micro e Pequena Empresa | F5 News - Sergipe Atualizado

Conheça os vencedores do Prêmio BNB da Micro e Pequena Empresa
Fábrica de mármores, supermercado, laboratório e startup de educação vencem Prêmio
Economia 14/10/2021 13h44

O Banco do Nordeste promoveu hoje (14) a sétima edição do Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa, em reconhecimento à ação de empreendedores que se destacaram ao longo de 2020 em Sergipe. A premiação foi entregue no auditório da Superintendência Estadual do BNB, em Aracaju.

O propósito do prêmio é contribuir com a ampliação da cobertura do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e incentivar as empresas a buscar crescimento e desenvolvimento econômico-financeiro, em qualidade da gestão e em iniciativas de inovação.

Desde a criação, no ano de 2015, são premiadas empresas em cada estado do Nordeste, além do Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, nas categorias: indústria, comércio e serviços. E a partir da edição anterior, o BNB abriu uma quarta categoria: "Inovação, Produtividade e Competitividade". Em seis anos de existência, o Prêmio Banco do Nordeste da MPE já reconheceu o trabalho de 200 empresas.

"Sempre é bom contar histórias de sucesso no empreendedorismo, principalmente em períodos de maior desafio. Nesta edição, temos ótimos exemplos de pessoas e famílias que se unem para atender a demandas da sociedade, geram empregos e movimentam a economia. Todos os casos premiados servem de inspiração para quem deseja entrar no setor produtivo", afirmou o superintendente estadual do Banco do Nordeste, César Santana.

Vencedores

Na categoria "Indústria", a vencedora foi a empresa Imperial, localizada no município de Nossa Senhora das Dores. Hoje com 13 funcionários, a fábrica foi criada há 16 anos em um pequeno galpão. Agora, tem espaço amplo para a indústria e uma loja inaugurada há 9 anos, para vender peças produzidas em mármore e granito a moradores e empresas de Sergipe, Bahia e Alagoas.

"Tudo começou a engrenar quando buscamos crédito para comprar a primeira máquina cortadeira de mármore. Depois conseguimos mudar para um lugar maior, produzir mais e melhor. Até já trocamos de caminhão para fazer as entregas", revela o empresário Silvânio Rodrigues.

Na categoria "Inovação, Produtividade e Competitividade", a vencedora foi a empresa Explicaê, sediada em Aracaju. Criada em 2015 para ajudar estudantes na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e outros vestibulares do país, a empresa conta com mais de 2 milhões de alunos em todos os estados do Brasil e até no exterior. São cerca de 200 mil usuários ativos, que acessam pela internet conteúdo 100% autoral. Na pandemia, a startup consolidou parceria com uma empresa canadense e agora oferta venda direta de conteúdo para ensino híbrido nas escolas.

"Estamos numa fase em que a virada é o investimento. Já investimos em tecnologia, estúdio e sistemas para implementar plataforma e tudo mais. Reforçamos nossa estrutura e capacitação do nosso time. Agora, temos um produto mais sólido e queremos divulgar com mais força e abrangência. É o primeiro prêmio empresarial que recebemos e mostra que estamos no caminho certo", relatou o empresário Thyago Brito.

Na categoria "Comércio", o vencedor foi o Supermercado Nossa Senhora Aparecida, localizado no município baiano de Paripiranga, jurisdição da agência do BNB em Simão Dias. Quando foi criado, há 17 anos, o casal Bruna e Fernando tomava conta do empreendimento em um espaço alugado. Hoje são 13 funcionários em endereço próprio, com produtos de mercearia, hortifruti, padaria, lanchonete e eletrodomésticos. Nesta semana, foi iniciada uma reforma para atualizar a fachada e a estrutura interna, que passará a ter um novo setor: o serviço de açougue.

"Na última segunda-feira, começamos a reformar o prédio, e fomos os primeiros a colocar placas solares. O crédito é uma ajuda enorme, porque podemos comprar um bem e pagar à vista. Sempre temos o capital para a hora da necessidade. A cada ano, a parceria é ainda maior", declarou a empresária Bruna Bianca Gama.

Na categoria "Serviços", o vencedor é o laboratório Climlab, de Aracaju. Coincidentemente, a empresa também for criada por um casal, a médica Waleska e o biomédico Adailton, há 1 ano e 4 meses. Hoje com cinco funcionários, o laboratório viveu o desafio de inaugurar na pandemia, por isso levou mais de 100 dias para iniciar atendimento normal, a partir de uma novidade: a coleta domiciliar de testes para Covid-19. Agora, a empresa atende em média a 50 pessoas por dia, entre exames e consultas, com destaque para o convênio com dois planos particulares e com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Para Adailton, "é uma honra receber este prêmio, por isso estamos agradecidos e podemos dizer que o Banco acreditou em nosso sonho. Foi o braço que colaborou para o capital inicial, assim compramos máquinas e equipamentos para montar o laboratório. Não tem parceiro igual".

Balanço

No ano de 2020, o BNB aplicou mais de R$ 4,6 bilhões com micro e pequenas empresas em toda a área de atuação. Em Sergipe, foram aplicados R$ 248,7 milhões no ano passado. Até setembro deste ano, o balanço é de mais de R$ 146 milhões investidos com o segmento no estado.

Fonte: BNB

Mais Notícias de Economia
Foto: Agência Brasil/Reprodução
24/10/2021  11h02 Ninguém acerta a Mega-Sena e próximo concurso deve pagar R$ 33 milhões
Foto: Agência Brasil/Reprodução
23/10/2021  17h30 MME reitera que horário de verão não resulta em economia de energia
Com inflação, produtos reduzem de tamanho para manter preço
23/10/2021  14h00 Com inflação, produtos reduzem de tamanho para manter preço
ASN/Reprodução
23/10/2021  10h10 Empresa ceramista inicia vendas e retoma fábrica paralisada em Socorro
Agência Brasil/Reprodução
23/10/2021  09h15 Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em abril e maio