E-commerce do Supertem se consolida como líder no mercado sergipano | F5 News - Sergipe Atualizado

E-commerce do Supertem se consolida como líder no mercado sergipano
Crescimento do volume de vendas é de quase 2000% em 6 meses de funcionamento da loja
Economia 21/01/2022 16h30 - Atualizado em 21/01/2022 16h32


O trabalho realizado pela Fecomércio, em parceria com a empresa de criação de sistemas comerciais Virtuaria tem crescido sobremaneira no mercado sergipano, com o desenvolvimento de ferramentas digitais de canais de venda para as empresas locais. Inicialmente, o processo começou com o shopping virtual Shopaju.com, o que estimulou empresários locais a investirem nos mecanismos de vendas pela internet.

Uma das pessoas que acreditou no trabalho desenvolvido pela Fecomércio e Virtuaria foi o empresário Álvaro Neto, da rede Supertem, empresa de comércio varejista de conveniência e supermercadista. Surgiu então, após as tratativas, o e-commerce da empresa, lançado no mês de agosto com o endereço supertem.com.br, que tem apresentado resultados altamente positivos para a empresa, promovendo um grande incremento nas vendas através do varejo eletrônico.

A loja virtual da rede inicialmente pensada como uma ferramenta complementar para as lojas físicas ganhou corpo e passou a ser responsável por uma grande parte das transações realizadas ao longo dos últimos meses, conquistando uma carteira de clientes que soma atualmente mais de 18 mil cadastros com crescimento médio de 200% mensais. No primeiro mês, pouco mais de 2 mil vendas foram realizadas, em dezembro a loja virtual do Supertem foi responsável por mais de 40 mil vendas promovidas pela empresa. O crescimento do volume de vendas é de quase 2000% nos seis meses de funcionamento da loja, já lhe conferindo a posição de líder de mercado no estado.

De acordo com o desenvolvedor Anízio Torres, da Virtuaria, o empreendimento Supertem.com.br foi pensado para ser a loja mais completa do mercado digital do comércio sergipano, transpassando os itens das prateleiras das lojas e ampliando seu leque de produtos disponibilizados para o consumidor. “Para um comércio eletrônico funcionar de modo adequado para o empreendedor, é importante que sejam pensadas alternativas que tornem a experiência de compra mais completa. E isso é possível quando o empresário está disposto a investir no comércio eletrônico e ir além do seu mix convencional de produtos. Os resultados são crescentes e o e-commerce do Supertem está sendo um grande sucesso”, comentou.

O empresário Álvaro Neto informa que o comércio eletrônico é um caminho necessário para as empresas que desejam crescer e o lançamento da loja virtual do Supertem foi importante para consolidar a posição de mercado da empresa, além de se tornar um canal fundamental para a elevação das vendas das lojas.

“O projeto da loja virtual foi pensado de modo que complementássemos as lojas físicas de nossa rede e isso cresceu bastante, a ponto de ser um canal de alta importância para nosso negócio. O futuro do varejo está cada vez mais atrelado ao comércio pela internet e isso tem dado bons resultados para o Supertem, que consolida sua posição no mercado, com elevação no processo de vendas. O varejo físico é o nosso grande mote, por sermos uma empresa que foca no varejo de vizinhança, mas aliar a comodidade da boa localização para o consumidor, com a ferramenta eletrônica, nos coloca em melhor situação comercial, pois a pessoa compra de onde estiver e recebe em qualquer lugar de forma rápida, por meio de nosso serviço de entrega”, afirmou o empresário.

A loja virtual Supertem.com.br apresenta um mix de mais de 40 mil produtos para a escolha do consumidor, desde o varejo alimentar, passando por produtos de beleza, brinquedos, bebidas, eletroeletrônicos, até bens duráveis como geladeiras, fogões, televisores e produtos afins, sendo a loja virtual mais completa do estado. O ticket médio de compra dos consumidores internautas é de R$ 180, sendo superior ao valor médio do varejo físico.

Além disso, segundo Vinícius Castro, diretor executivo da Virtuaria, o sistema de vendas do comércio eletrônico é desenvolvido de modo que se integre totalmente com os sistemas da empresa de controle de estoque, pontos de venda, apresentação de banco de imagens e sistemas de pagamento. “Com todo o processo de integração, promovemos mais comodidade para o consumidor, que encontra na loja virtual tudo o que precisa para seu conforto, comprando sem sair de casa e recebendo rapidamente pelo sistema de logística”, disse.

O superintendente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Maurício Gonçalves, valorizou as ações desenvolvidas com os parceiros da Virtuaria e lembrou que os empresários locais podem ter acesso ao serviço de desenvolvimento de comércio eletrônico através da Fecomércio.

“O Supertem se tornou um case de sucesso no mercado brasileiro, devido ao seu avanço e consolidação em tão curto intervalo de tempo. E isso é uma alternativa que está disponível para os empresários de todos os portes e tamanhos, através da Fecomércio, quando nosso presidente, Laércio Oliveira, firmou a parceria que concede vantagens exclusivas na contratação do serviço para os associados dos sindicatos da nossa base. O mercado digital é um caminho sem volta e cada vez mais as pessoas estão utilizando desses mecanismos. Então é importante para o empresário que quiser elevar o faturamento do seu negócio, atentar para essa questão no momento em que vivemos as transformações de inovação a todo o tempo”, destacou o superintendente.

Fonte: Márcio Rocha/Fecomércio Sergipe

Mais Notícias de Economia
Com terceira queda seguida, dólar fecha o dia cotado a R$ 4,80
23/05/2022  19h55 Com terceira queda seguida, dólar fecha o dia cotado a R$ 4,80
Imposto de renda: 27% de contribuintes ainda não entregaram declaração
23/05/2022  14h55 Imposto de renda: 27% de contribuintes ainda não entregaram declaração
Reprodução/MDR
23/05/2022  12h10 Lançamentos do Casa Verde e Amarela caem 40% no 1º trimestre de 2022
Metrópoles/Reprodução
23/05/2022  10h50 Caixa paga parcela do Auxílio Brasil para Beneficiários NIS final 4
Marcos Rodrigues/ASN/Reprodução
23/05/2022  10h35 Bunge fecha operações para exportação de grãos através do Porto de Sergipe