Projeto proporciona duas novas rotas turísticas para o estado de Sergipe
Com recursos oriundos do Sebrae, investimento ultrapassa R$ 1 milhão
Economia | Por Saullo Hipolito 19/08/2019 14h30 - Atualizado em 20/08/2019 08h24

Proporcionando o fortalecimento da cadeia turística em Sergipe, o Governo do Estado lançou na manhã desta segunda-feira (19) o projeto Investe Turismo. Orçado em aproximadamente 1,3 milhão de reais, o programa terá como unidade gestora o Sebrae local. O objetivo é gerar empregos e aumentar a qualidade e a competitividade dos atrativos sergipanos.

A expectativa é de que 120 pequenos negócios ligados à atividade turística sejam beneficiados e outros 60 potenciais empreendedores que atuam nos municípios de Aracaju, São Cristóvão, Laranjeiras, Estância, Itabaiana e Canindé de São Francisco.

"Nossos visitantes poderão ter rotas já consolidadas, fortalecidas, e ainda usufruir de dois novos roteiros, que irão proporcionar uma série de atividades econômicas, principalmente no pequeno e médio empreendedor, que tem a oportunidade de criar seu negócio para poder fornecer a esses turistas que chegam novos roteiros", afirmou o secretário de Estado do Turismo e da Comunicação, Sales Neto.

O objetivo é garantir, até fevereiro de 2020, a realização de diversas ações para ampliar o acesso dos microempreendedores individuais e proprietários de micro e pequenas empresas às ferramentas de inovação e melhorar a oferta e promoção de produtos e serviços, elevando assim a competitividade dos empreendimentos que atuam no setor.

Para isso, serão mapeados os gargalos tecnológicos desses destinos, realizando uma aproximação entre empreendedores, startups e empresas de tecnologia, com o foco voltado à inovação do sistema de informações turísticas e os canais de distribuição dos produtos, além de fortalecer a divulgação dos atrativos no ambiente digital.

"O projeto se materializa a partir de diagnósticos situacionais, que vão gerar protocolos e documentos de governança, para que a rota seja tratada de uma forma conjunta, para que não sejam municípios independentes que por vezes não se comunicam", afirmou o secretário executivo adjunto, Higino Brito Vieira, do Ministério do Turismo (MTur).

Ainda de acordo com o secretário Sales, os recursos serão direcionados à qualificação de mão de obra, divulgação, promoção dos roteiros já existentes, qualificação e consultoria para dialogar com os municípios e ensinar melhores práticas em relação ao turismo para melhor receber o turista.

Conforme informado pelo governador Belivaldo Chagas, há possibilidade de que sejam inseridos recursos públicos nesse investimento, mas para isso há necessidade de uma discussão maior entre os setores envolvidos.

"O novo momento só vai acontecer se a gente sentar todos os lados que compõem  o turismo. Não dá para ficar só pensando em fazer e não colocar em prática. É possível [que haja o investimento desses recursos a curto ou médio prazo], se a gente tem um bom projeto, do recurso nós corremos atrás. Mas o importante é a discussão em conjunto", afirmou o governador.

O secretário executivo adjunto, Higino Brito Vieira, do Ministério do Turismo (MTur) esteve no evento, que aconteceu no Comfort Hotel, pois o órgão é parceiro da iniciativa. "Sergipe tem praias belíssimas, cidades históricas, o cânion em Canindé do São Francisco, então a ideia é estruturar uma rota e a partir disso, gerar emprego, renda. O turismo é economia e o estado com tantas peculiaridades merece, sim, ser vendido não só no mercado doméstico, como também no mercado internacional", afirmou.

Além do Ministério do Turismo (MTur) e do Governo de Sergipe, o projeto tem a parceria do Sebrae Nacional, Sebrae Sergipe e a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). "Turismo se faz em rede, com a participação de todos. Nós estamos trazendo o recurso para Sergipe e na medida que a gente capacite todos aqueles que trabalham com o turismo, nós proporcionaremos saudades aos turistas que passem por aqui", salientou o superintendente do Sebrae/SE, Paulo Eirado.

Representantes dos municípios envolvidos também estiveram presentes na cerimônia. "Nosso município entra com o cânion do São Francisco, que é um cartão postal para Sergipe, qualquer cidade queria ter um cartão postal desse", afirmou o secretário de Turismo de Canindé, Genilson Aragão.

"Nós temos o turismo de contemplação com o nosso casario e com as nossas igrejas, temos o turismo religioso potencializado pela canonização da Irmã Dulce, que começou sua vida religiosa em São Cristóvão. Então, tudo isso impulsiona o município como atrativo turístico, transformando ainda em um produto turístico gerando emprego e renda para a cidade", concluiu o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana.

Mais Notícias de Economia
Marcado pelo turismo, carnaval deve movimentar R$ 8 bi na economia
23/02/2020  15h57 Marcado pelo turismo, carnaval deve movimentar R$ 8 bi na economia
Pelo menos 36 milhões de brasileiros devem curtir a festa
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
23/02/2020  09h07 Mega-Sena acumula pela 16ª vez e prêmio vai para R$ 200 milhões
Excepcionalmente o próximo sorteio será realizado na quinta-feira (27)
Foto: SergipeTec
21/02/2020  12h20 SergipeTec e Fecomércio analisam possibilidade de parceria
Proposta é de unir ações e intensificar movimentos com foco no desenvolvimento
Foto: Arthuro Paganini/ASN
21/02/2020  11h29 Indústria fabrica garrafas verdes para cervejaria de alcance mundial
Fábrica localizada em Estância anunciou investimento de R$ 100 milhões
Caixa anuncia financiamento imobiliário com juros fixos
21/02/2020  08h02 Caixa anuncia financiamento imobiliário com juros fixos
Condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados