Sergipe terá empresa de lacticínio que será referência no Nordeste
Economia 23/08/2011 11h36

A empresa Sabe Alimentos Ltda prevê o início de suas atividades em outubro, prometendo ser referência no mercado de processamento de leite no Brasil. Localizada no município de Muribeca, a corporação, que pertence ao do Grupo Albano Franco, está em fase final de construção e será a maior do Estado, no ramo dos laticínios, sendo certamente uma das mais significativas da região Nordeste.

Na indústria, que terá capacidade para processar 330 mil litros de leite por dia, estão sendo realizados investimentos de R$ 80 milhões. Segundo o diretor executivo da Sabe Alimentos, Albérgio Gomes, esta unidade vai trabalhar inicialmente com as produções de leite UHT, creme de leite, leite condensado e bebidas lácteas, como achocolatados e leites aromatizados no sabor morango, entre outros.

“Em termos de tecnologia seremos a maior empresa do ramo em toda a América Latina, para isso trabalhamos com a maior fornecedora de equipamentos para indústrias de laticínios do mundo, a alemã GEA Engenharia de Processos”, disse o executivo.

Beneficiada com incentivos fiscais previstos no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), sob a tutela da Codise e Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), a Sabe Alimentos deverá gerar 200 empregos diretos na região.

“Nosso esforço maior é para contratar o pessoal do município e regiões adjacentes. Nesse sentido, já realizamos uma qualificação prévia na área industrial e estamos com cerca de 60 pessoas preparadas para as funções”, observou Albérgio.

Segundo ele, além dos novos postos de trabalho, a fábrica vai movimentar toda a cadeia produtiva de leite de Sergipe. “Há mais de um ano e meio estamos trabalhando no campo, selecionando fornecedores de todo o Estado, pois vamos comprar diretamente do produtor, através de um rígido controle da matéria-prima”, informou. “Vamos atender inicialmente o mercado nordestino e num segundo momento, além dos itens já citados, também vamos produzir iogurte e queijo”, divulga o diretor executivo da empresa.”, completou.

Além da preocupação e controle de qualidade dos produtos, a indústria que está sendo erguida numa área de 10.700 m², dos quais 6 mil m² se destinam ao galpão industrial, contando ainda com uma planta de melhor conceito no projeto ambiental, realizado junto à Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema).

“Contamos com o que há de mais moderno em sustentabilidade. No local dispomos de uma estação de tratamento de efluentes, que permite a reutilização da água na fábrica e também fazemos o tratamento do esgoto doméstico”, enfatizou Albérgio Gomes.

Foto divulgação: Sedetec/Vieira Neto

Mais Notícias de Economia
Caixa manterá calendário de saque do FGTS mesmo após fim da MP 946
05/08/2020  19h13 Caixa manterá calendário de saque do FGTS mesmo após fim da MP 946
Novo projeto de lei será enviado ao Congresso Nacional nos próximos dias
Foto: Governo de Sergipe
05/08/2020  19h00 Shoppings centers e galerias poderão reabrir a partir do dia 14
Desta quinta, 6, até o próximo dia 13 só poderão funcionar Drive Thru e Delivery 
Copom reduz juros básicos da economia para 2% ao ano
05/08/2020  18h24 Copom reduz juros básicos da economia para 2% ao ano
Selic está no menor nível da história depois de nove cortes seguidos
Sistema atual é um manicômio tributário, diz Paulo Guedes
05/08/2020  15h00 Sistema atual é um manicômio tributário, diz Paulo Guedes
Ministro da Economia disse que governo não pretende aumentar impostos
Apostas na Loteca retornam a partir desta quarta-feira, 5
05/08/2020  14h44 Apostas na Loteca retornam a partir desta quarta-feira, 5
As partidas de futebol ocorrerão nos dias 08 e 09 de agosto, e apuração no dia 10