Editorial
Quando a boa intenção produz uma péssima ideia
Evento para estimular adoção em MT gera polêmica
Editorial | Por Monica Pinto 25/05/2019 14:50 - Atualizado em 25/05/2019 15:18

Num Brasil com noticiário repleto de descalabros e mazelas, passou sem grande alarde um evento que merece destaque pela singularidade de trazer em si uma ótima iniciativa, ao mesmo tempo em que a promove num formato desastroso. O fato é que no dia 20 passado aconteceu, no Pantanal Shopping, em Cuiabá (MT), o evento “Adoção na Passarela”, com o objetivo de dar visibilidade a crianças e adolescentes de 4 a 17 anos aptas a serem adotadas.

O evento foi promovido pela Comissão de Infância e Juventude (CIJ) da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso e pela Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara). A presidente da CIJ, Tatiane de Barros Ramalho, afirmou, em nota no portal da OAB-MT, que se tratava de “uma noite para os pretendentes a adotar poderem conhecer as crianças e os adolescentes”. Disse ainda: “A população em geral poderá ter mais informações sobre adoção e os menores em si terão um dia diferenciado, em que irão se produzir, fazer cabelo, maquiagem e usar roupa para o desfile”.

Como seria de se esperar, a iniciativa gerou grande polêmica. Para Teobaldo Witter, membro do Conselho Estadual dos Direitos Humanos de Mato Grosso, o evento “fere a dignidade das crianças e adolescentes”. E completou: “A impressão que fica é que elas são mercadorias.” A Defensoria Pública de Mato Grosso apontou que a ação poderia causar “sérios sentimentos de frustração”. Entre os revoltados com a ideia, houve quem apontasse até o estímulo à prostituição, pela noção de que beleza física abre portas para o que se almeja.

Deveria ser óbvio, mas não foi para os organizadores do desfile de órfãos. Seguramente, se o objetivo era proporcionar uma oportunidade de se darem a conhecer, muito mais eficaz seria que falassem um pouco sobre si, suas histórias, percalços e aspirações. Da maneira que foi feito, se tornou um ótimo exemplo de “tiro que saiu pela culatra”.  

O Dia Nacional da Adoção é comemorado neste sábado (25), mas a medida deve ser estimulada sistematicamente, com a devida racionalidade e precaução, já que não são raros os episódios em que casais "devolvem" crianças - seguramente um trauma renovado para elas.   

Mais Notícias de Editorial
Agronegócio e o lucro comprovado da preservação ambiental
16/09/2019 12:30 Agronegócio e o lucro comprovado da preservação ambiental
Vegetação nativa conservada rende ao Brasil cerca de R$ 6 trilhões anualmente
Suicídio: é preciso falar sobre isso
10/09/2019 14:00 Suicídio: é preciso falar sobre isso
Quase 100% das mortes estão relacionadas a transtornos mentais
Um tiro no pé do agronegócio brasileiro
25/08/2019 01:25 Um tiro no pé do agronegócio brasileiro
Representantes do setor defendem a importância de operar com respeito ao meio ambiente
Quantas "máfias" ainda operam no Brasil?
14/08/2019 12:15 Quantas "máfias" ainda operam no Brasil?
No jogo da corrupção perde toda a população brasileira
Os porcos e o desenvolvimento sustentável
01/08/2019 13:00 Os porcos e o desenvolvimento sustentável
Cidade no Sul dá exemplo de como somar atividade econômica e respeito ao meio ambiente
Veja Mais