Na edição de outubro, Ocupe a Praça homenageia à sergipanidade
Evento acontece na Praça General Valadão, em Aracaju, dia 30 de outubro
Entretenimento | Por Agência Aracaju 22/10/2019 07h10

Sergipe é país do forró, como a clássica canção aponta, mas também do toré e do rock, por isso a celebração da sergipanidade precisa refletir essa configuração plural. Assim, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), preparou para a edição de outubro do projeto Ocupe a Praça, que será realizado na próxima quarta-feira (30), na Praça General Valadão, de forma a contemplar a diversidade e a riqueza da cultura produzida nas terras do Cacique Serigy, misturando o tradicional com o contemporâneo e mostrando que a arte produzida aqui reflete talento e dedicação. 

A comemoração da sergipanidade ocorre um pouco antes da quarta-feira, por conta do pré-lançamento do resultado da última oficina de audiovisual disponibilizada pelo Núcleo de Produção Digital (NPD) Orlando Vieira: trata-se do curta “Epigres”, produzido pelos alunos sob a supervisão do cineasta premiado com três kikitos Anderson Craveiro, já no sábado, 26, às 9h, nos Centros de Artes e Esportes Unificados (CEU) dos bairros Olaria e 17 de Março. 

Na quarta-feira (30), para abrir o evento, como é tradição, às 18:30, será realizada mais uma rodada de debates no Liquidifica Diálogos, sob o tema “Sergipanidades”, com a participação do professor da Universidade Federal de Sergipe Denio Azevedo, que apresentará sua visão sobre as identidades culturais sergipanas; Karine Xokó, que representará sua tribo e contribuirá sob a ênfase da resistência da cultura dos povos originários; e a única marcadora de quadrilha em Sergipe, Evilânia, vencedora de diversos títulos à frente da “Balança mas não cai”, de Itabaiana.  

Para finalizar a noite, uma apresentação musical que promete ser uma das mais marcantes até agora. Procurando refletir a inventividade do que é produzido atualmente e de forma simultânea homenagear aqueles que criaram as bases sob as quais desenvolveram-se a musicalidade característica do estado, um super grupo composto por Chiko Queiroga e Antônio Rogério, Lucas Campelo, Bob Lelis e banda Donali performarão releituras de clássicos musicais sergipanos, apresentarão projetos contemporâneos e lançarão uma canção manifesto, uma mistura de ambos os mundos.

Mais Notícias de Entretenimento
Foto: Divulgação
02/06/2020  18h50 Cienart: inscrições estão abertas para concurso literário Cordel Covid
Inscrições seguem até o dia 30 de junho no endereço eletrônico do evento
Aracaju: setor artístico cultural recebe fomento em cadeias produtivas
02/06/2020  11h55 Aracaju: setor artístico cultural recebe fomento em cadeias produtivas
Serão dois programas de estímulo, que contemplarão cerca de 165 artistas
Artistas sergipanos podem se inscrever em edital do Banco do Nordeste
26/05/2020  10h49 Artistas sergipanos podem se inscrever em edital do Banco do Nordeste
Objetivo é fomentar propostas culturais executadas em plataformas online
Projetos da Quarentena da Gente começam a ser veiculados
25/05/2020  19h38 Projetos da Quarentena da Gente começam a ser veiculados
Programação de vídeos está nas redes sociais do Museu da Gente Sergipana
Artistas sergipanos se apresentam em live de 28 a 30 deste mês
22/05/2020  15h50 Artistas sergipanos se apresentam em live de 28 a 30 deste mês
Festival reúne 40 profissionais e visa levantar recursos para a categoria