Agora é pensar no próximo ano. Confiança perde por 1 a 0 e é eliminado | F5 News - Sergipe Atualizado

Agora é pensar no próximo ano. Confiança perde por 1 a 0 e é eliminado
Time jogou de igual para igual, mas não conseguiu finalizar com precisão
Esporte | Por Saullo Hipolito 21/09/2019 19h35 - Atualizado em 21/09/2019 19h57

Os times entraram em campo sabendo que as duas equipes já estavam classificadas para a Série B 2020, mas que apenas uma sairia com o passaporte para a grande final. O Sampaio Corrêa confirmou o que já estava previsto após o primeiro jogo. Com o placar de 1 a 0, o time do Maranhão avançou e espera seu adversário após o jogo que acontece amanhã, entre Náutico e Juventude. O time do Rio Grande do Sul tem a vantagem por vencer o primeiro jogo por 2 a 1.

Para o Confiança, o pensamento tem que ser já em 2020. Na próxima quarta-feira (25) já tem eleição em Aracaju, pela qual será definida a diretoria que comandará o clube na Série B. O trabalho é gigante e o pensamento deve ser na manutenção do time na competição.

Resumo do jogo

A Bolívia Querida sabia que para não sair com a classificação no tempo normal teria que perder por três gols de diferença - o que nunca aconteceu no Castelão nesta Série C. Isso porque, na partida de ida, em Aracaju, o time maranhense havia vencido por 2 a 0. Ao Confiança restava igualar o placar ou fazer mais gols para ir à final da Série C do Brasileiro.

O primeiro tempo foi equilibrado, com chances para os dois lados, mas sem muito perigo. O Sampaio Corrêa parecia saber o que estava fazendo e administrava o resultado, apesar da defesa dar alguns sustos. Já no segundo tempo o Confiança cresceu, criou volume, mas não acertou o pé e viu o Sampaio Corrêa fazer o gol e se classificar para a final.

O Confiança sentiu falta da ousadia de Ari Moura, Everton e Ítalo, que não conseguiram colocar fumaça no jogo, anulados pela boa marcação do time do Maranhão.

Primeiro tempo

O jogo começou com os times a mil por hora, com as duas equipes buscando o gol a todo instante. O time mandante sabia que precisava do resultado e se lançou ao ataque. O Sampaio não se omitiu e também apareceu, principalmente com o autor do primeiro gol em Aracaju, o atacante Esquerdinha.

Com o tempo a Bolívia Querida passou a aproximar as suas linhas e achar brechas pelo lado esquerdo da defesa adversária, levando muito perigo e esfriando as jogadas do Confiança, que fez um gol, mas foi anulado por Ítalo estar impedido. O placar do primeiro tempo acabou zerado, com cada time chutando a gol apenas três vezes.

A chance mais clara do time sergipano foi numa bola roubada pelo atacante Felipe Lima, que entrou no lugar de Ari Moura (negociado), mas Ari dormiu no ponto e o defensor chegou primeiro para afastar a bola rolada no meio da área.

Para o Sampaio, a chance mais clara teve cochilo também do centroavante - Salatiel ficou livre na área após passe de Esquedinha, mas viu o zagueiro Vinícius Simon roubar a bola com facilidade.

Segundo tempo

Já no primeiro lance da etapa final, Thiago Ennes tentou jogada individual, fez fila em grande arrancada e foi parado com falta de Eloir. Com a jogada o Confiança ganhou moral e partiu para cima do time da casa, fazendo algumas jogadas de perigo. Em um desses lances, Tito tentou a finalização dentro da área, mas já sem equilíbrio mandou a bola para fora.

O Dragão se impunha, mas não era efetivo no chute final e isso não trazia perigo para o Sampaio Corrêa, que acordou aos 19, com Esquerdinha fazendo jogada individual e chutando com perigo perto da trave do goleiro Jean. Após o lance o Sampaio acordou e numa falta o primeiro gol saiu.

O lance aconteceu aos 23 minutos, em falta cometida por Simon, Esquerdinha cruza pra Vítor, que substituiu o Paulo Sérgio, aparece livre só pra empurrar pra rede. Empurrada pela torcida a Bolívia Querida cresceu no jogo e passou a mandar nas ações e a criar lances de muito perigo, mas o resultado não foi modificado.

Ficha técnica

Sampaio Corrêa: Andrey; Everton, Odair, Paulo Sérgio (Vitor), João Victor; Ferreira, Eloir, Rodrigo Andrade (Capanema); Esquerdinha, Roney e Salatiel Jr (Ulisses). Téc.:

Amarelo: Rodrigo Andrade, Vitor e Capanema

Confiança: Jean; Thiago Ennes, Vinícius Simon, Anderson, Radar (Bruninho); Flavio, Thallyson, Everton; Felipe Lima e Tito (Renan Gorne). Téc.: Daniel Paulista.

Amarelo: Flávio

Arbitragem: Árbitro: Rodolpho Toski (FIFA/PR); Assistente 1: Bruno Boschilia (FIFA/PR), Assistente 2: Victor Hugo Imazu dos Santos (CBF/PR) e quarto árbitro: Leonardo Ferreira Lima (CBF/PR).

Mais Notícias de Esporte
Twitter CBV / reprodução
30/06/2022  19h52 Brasileiras arrasam sul-coreanas e vão à fase final da Liga das Nações
Seleção brasileira garante classificação antecipada ao somar oito vitórias
Divulgação
30/06/2022  13h30 Cunhado aponta outro motivo para fim do casamento de Piqué e Shakira
Segundo Roberto Garcia, cantora se recusou a emprestar dinheiro ao zagueiro espanhol
Agência Brasil/ Reprodução
29/06/2022  17h55 Torcedores do Boca Juniors são presos em São Paulo por racismo e injúria
Dois torcedores imitaram macacos, enquanto um outro fez uma saudação nazista
Mailson Santana/ Fluminense FC
29/06/2022  14h25 Abel Braga anuncia aposentadoria definitiva da função de treinador
A ideia era se aposentar com Fred, mas Abel alegou que estava muito pesado
Agência Brasil/Arquivo
28/06/2022  17h15 PSG informa Neymar que não conta mais com o jogador, afirma jornal
Decisão teria o aval de Kylian Mbappé e o pai do jogador já teria sido avisado