Confiança empata com Santa Cruz e sai da partida com sabor de derrota | F5 News - Sergipe Atualizado

Confiança empata com Santa Cruz e sai da partida com sabor de derrota
Ari Moura entrou após intervalo, colocou fogo no jogo, mas não mudou placar
Esporte | Por Saullo Hipolito 11/08/2019 19h57 - Atualizado em 11/08/2019 20h38


O Confiança jogou na noite deste domingo (11) para um Batistão lotado e empatou, perdendo a chance de se distanciar dos rivais na tabela de classificação, com o placar de 1 a 1. O resultado também não foi bom para o Santa Cruz, que permanece em sétimo e vê a possibilidade de classificação para a segunda fase cada vez mais remota.

Em noite nublada e fria, o time do Confiança entrou no Batistão com o objetivo de tentar quebrar uma escrita de 12 jogos (oito derrotas e quatro empates) sem vencer o Cobra Coral, dois deles em 2019. O jogo era muito importante para as pretensões de ambos os times, para o Confiança a vice-liderança, ao Santa Cruz, a volta à disputa pelo G4.

Mas o jogo começou morno, com as duas equipes se estudando muito e com a bola mais presa no meio. Na melhor jogada do time sergipano, o zagueiro Anderson subiu sozinho e abriu o placar do jogo. Gol importantíssimo, que colocou o time na vice-liderança.

A partir daí pegou fogo, o Confiança voltou a criar chances, mas quem respondeu foi o Santa Cruz em bola parada. Charles cobrou a falta, soltou a bomba e Genivaldo aceitou, a bola passou por baixo do arqueiro. Resultado ruim para as duas equipes.

Durante o primeiro tempo equilibrado, algumas novas chances apareceram, a mais clara delas, de Anderson - o zagueiro do Confiança subiu mais alto que todo mundo e cabeceou para fora. O intervalo veio assim como a chuva na região, e os times permaneceram empatados.

Na volta para a segunda etapa, problema no Gigante do bairro Industrial, o goleiro Genivaldo que era dúvida foi substituído por Jean. Em campo, dois times com pouca intensidade e arriscando pouco nos primeiros minutos. O Confiança chegava em lances individuais, já o Santa Cruz aproveitava erros do time sergipano.

A chuva continuou a apertar e o jogo ficou mais truncado, difícil para as equipes que gostam de ter a bola no pé. Com a entrada de Ari Moura no lugar de Marcelinho, o Confiança criou mais chances de gol e assustou a meta do goleiro Anderson. Mas não passou disso. Jogo empatado.

Ficha técnica

Confiança: Genivaldo (Jean), Thiago Ennes, Vinicius Simon, Anderson, Michel Behami; Amaral, Thallyson, Everton, Ítalo; Marcelinho (Ari Moura) e Renan Gorne (Bruninho).

Amarelo: Amaral

Santa Cruz: Anderson, Cesinha, João Victor, Vitão, Victor Lindenberg; Lucas Gonçalves (Daniel Costa), Charles, Everton; Dudu (Elias Carioca), Jailson e Augusto.

Amarelos: Dudu, Lucas Gonçalves

Público pagante: 9.090 torcedores

Renda: R$ 161.905

Como Fica

Restam dois jogos para o fim da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C, o Confiança fica com 25 pontos e assume a vice colocação do grupo A. O próximo jogo do Dragão é contra o Treze, que luta contra o rebaixamento e venceu o Ferroviário por dois a zero neste domingo. O jogo acontece no Batistão, no domingo (18), às 16h.

Já a situação do Santinha fica difícil, o time permanece em sétimo, distante de uma classificação na segunda fase. O próximo jogo do time pernambucano é contra o Globo, no estádio Arruda, domingo (18), às 18h.

Mais Notícias de Esporte
Lucas Figueiredo/CBF
27/01/2022  21h37 Brasil empata com o Equador pelas Eliminatórias da Copa do Mundo
Casemiro marcou o gol da Seleção Brasileira
Foto: Lucas Almeida / ADC
26/01/2022  23h11 Confiança goleia o América de Propriá pelo Campeonato Sergipano
O Dragão assume liderança do Grupo B e se prepara para o clássico contra o Sergipe
Mikael Machado - Falcon FC / Reprodução
26/01/2022  12h30 Itabaiana vence o Falcon pela segunda rodada do Campeonato Sergipano
Tremendão acumula segunda vitória e Falcon segue sem marcar pontos na competição
CSS/Reprodução
25/01/2022  09h46 Dezesseis atletas do Sergipe testam positivo para Covid-19
Partida contra o Botafogo (PB) pela Copa do Nordeste teve que ser adiada
reprodução/redes sociais
25/01/2022  07h59 A depressão é o último estágio da dor para os grandes atletas
Mais um alerta, de Gabriel Medina, semelhante aos de Simone Biles e Michael