Albano diz que DEM trabalhou para impedir que Adierson assumisse o PSDB | F5 News - Sergipe Atualizado

Albano diz que DEM trabalhou para impedir que Adierson assumisse o PSDB
Ex-senador já tem pronta a carta de desfiliação, e emite sinais de que está indo para o PSB
Política 11/08/2011 09h31

Por Joedson Telles

O ex-governador Albano Franco explicou na manhã desta quinta-feira, na FM Liberdade, que já está com a carta de desfiliação do PSDB pronta e só não entregou o documento a Direção Nacional ainda porque recebeu uma ligação, ontem, do presidente da legenda, o deputado federal Sérgio Guerra, solicitando uma reunião para a próxima segunda-feira, dia 15. Albano escutará Sérgio Guerra por educação, mas deixou claro que, dificilmente, mudará de ideia.

O ex-governador explicou que, há cerca de 100 dias, foi impedido de oficializar o empresário, e seu amigo, Adierson Monteiro na presidência do partido em Sergipe. Isso porque o DEM (ele não quis citar nomes) trabalhou junto à Direção Nacional do PSDB para impedir a convenção. Em solidariedade a Adirson, Albano deixará o partido, e será seguido pelas principais lideranças. “Isso me gratificou, e me fez feliz”, comentou Albano.

Albano “não entendeu” o que levou o DEM a não aceitar Adierson como presidente – sobretudo pelo fato de o empresário já ter declarado total apoio a uma possível candidatura de João Alves a prefeito de Aracaju. “Sinto-me numa posição desconfortável no PSDB, porque na véspera da realização da convenção, no final de abril, houve uma decisão do deputado Sérgio Guerra mandando suspender a convenção. Entenderam que o meu amigo Adierson Monteiro não teria coragem de tomar uma posição de independência em relação ao prefeito. Aos problemas de Aracaju e Sergipe”, explicou, assegurando que, caso permanecesse no PSDB, no dia seguinte, anunciaria apoio à possível candidatura do ex-governador João Alves Filho a prefeito de Aracaju.

PSB

Observando a sua humildade e paciência pelo fato de a indefinição no PSDB sobre Adierson Monteiro já durar 100 dias, Albano confirmou que vem sendo sondado por pelo menos seis partidos. O ex-governador, inclusive, recebeu um convite do ministro do Trabalho e presidente do PDT Nacional, Carlos Lupi, para assumir a presidência da legenda em Sergipe. O atual presidente sergipano, o prefeito de Socorro Fábio Henrique, apoiou o convite de Lupi. Todavia, Albano emitiu sinais de que estará indo mesmo para o PSB a convite do senador Antônio Carlos Valadares.

“O senador Valadares tem tido o gesto de nos convidar para o PSB. E todos sabem que tenho uma amizade fraterna com quem eu denomino Tonhão, que é o deputado federal Valadares Filho. E também um relacionamento pessoal de muitos anos com o governador Eduardo Campos (governador de Pernambuco que preside nacionalmente a legenda)”, comentou, garantindo passar alguns meses sem filiação partidária para evitar comentários de que está indo para o grupo liderado pelo governador Marcelo Déda pensando em cargos. “Nunca participei do governo de João ou de Déda”, lembrou.

Mais Notícias de Política
Laércio Oliveira acompanha capacitação da ABIH-SE em Brasília
08/12/2021  14h27 Laércio Oliveira acompanha capacitação da ABIH-SE em Brasília
Deputado federal é considerado um incentivador do turismo em Sergipe para ABIH
Deputados estaduais aprovam a criação da CNH Social em Sergipe
07/12/2021  21h28 Deputados estaduais aprovam a criação da CNH Social em Sergipe
Estima-se que o Estado deve investir R$ 1.621.416,00 anualmente
Foto: Agência Brasil/Reprodução
07/12/2021  14h46 Comissão do Senado aprova PL para estabilizar preço dos combustíveis
Projeto de lei visa amortecer impacto de aumentos do petróleo no país
Ministra Rosa Weber libera a execução das emendas do relator
07/12/2021  08h59 Ministra Rosa Weber libera a execução das emendas do relator
Congresso aprovou resolução para dar publicidade à destinação dos recursos
Agência Brasil/Reprodução
05/12/2021  19h30 Bolsonaro quer alterar lei para decidir sobre passaporte vacinal
Objetivo é que estados e municípios não possam instituir obrigatoriedade de vacina