Câmara decide congelar salários dos vereadores e do prefeito em Aracaju | F5 News - Sergipe Atualizado

Câmara decide congelar salários dos vereadores e do prefeito em Aracaju
Medida válida por quatro anos também se aplica ao vice-prefeito e aos secretários
Política | Por Will Rodriguez 30/06/2020 11h30 - Atualizado em 30/06/2020 14h17

A Câmara Municipal de Aracaju (CMA) aprovou, em sessão virtual desta terça-feira (30), o congelamento dos salários dos vereadores, do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais pelos próximos quatro anos. Os PLs 85 e 86/2020 seguem para sanção do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). 

Ao final de cada legislatura, o Parlamento municipal tem autorização para aprovar a revisão dos vencimentos dos Poderes Legislativo e Executivo para o mandato seguinte. As proposituras aprovadas nesta terça mantém inalterados os subsídios que serão pagos aos vereadores, prefeito e demais integrantes do primeiro escalão da administração municipal no quadriênio 2021-2024. 

Dessa forma, no próximo mandato, o município deve pagar um salário de R$ 24 mil para o prefeito da capital, R$ 16 mil ao vice-prefeito, R$ 15.031,76 aos secretários municipais e R$ 18.991,68 aos vereadores aracajuanos. 

 “A Câmara também definiu que não haverá recesso e essas são decisões positivas e que devem ser amplamente divulgadas. A princípio, julguei desnecessário votar uma matéria se não haveria alteração do valor do subsídio, mas depois de muito debater com vereadores e estudar a matéria me sinto seguro em votar garantindo assim que os valores serão congelados”, pontuou o vereador Elber Batalha. 

No final do ano passado, o F5 News adiantou a aprovação de um reajuste salarial para o primeiro escalão do Legislativo e Executivo. Após a repercussão negativa, a Mesa Diretora da Câmara recuou, anulando a votação do aumento, alegando uma inconsistência na redação dos projetos. 

“A fixação dos vencimentos sem reajuste nominal não se aplica aos demais servidores efetivos ou comissionados do funcionalismo municipal. A Câmara compreende o momento adverso e soma esforços porque o mais importante é dar essa resposta necessária à sociedade, especialmente, a todos os servidores públicos que há anos não têm reajuste em seus vencimentos.”, explicou o vereador Lucas Aribé. 

 

*Texto ampliado às 14h17

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Política
Rafaela Felicciano/Metrópoles
04/08/2021  08h30 MPF investigará liberação de agrotóxicos no governo Bolsonaro
Foto: Aline Aragão/F5News
03/08/2021  15h55 Deputados retomam atividades na Assembleia Legislativa de Sergipe
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/Reprodução
03/08/2021  15h50 Expectativa da Câmara é votar reforma administrativa ainda este mês
Foto: TJ/SE/Reprodução
03/08/2021  15h07 PL de revisão salarial dos servidores do Judiciário chega à Alese
Marcos Corrêa/PR
03/08/2021  14h10 Ministros tomam posse em cerimônia fechada no Planalto nesta terça