Recursos de salário-educação podem comprar uniformes escolares, diz TCE | F5 News - Sergipe Atualizado

Recursos de salário-educação podem comprar uniformes escolares, diz TCE
O processo teve origem em consulta formulada pelo secretário de Estado da Educação de Sergipe
Política 11/09/2021 10h31

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) respondeu de forma positiva no Pleno da última quinta-feira (9) acerca da possibilidade de utilização dos recursos do salário-educação para a aquisição e distribuição de uniformes escolares para alunos da educação básica das redes públicas de ensino. 

Sob relatoria do corregedor-geral do TCE, conselheiro Carlos Pinna, o processo que tratou da matéria teve origem em consulta formulada pelo secretário de Estado da Educação, Josué Modesto dos Passos Subrinho. 

"É uma questão singela, mas de grande alcance social, de grande responsabilidade para o retorno das atividades da educação em nosso estado; nenhuma outra atividade foi tão maltratada, foi tão sacrificada como a educação, e dentro da educação, a educação pública, e dentro da educação pública, a educação de base”, comentou Pinna. 

Ao votar pela legalidade da utilização dos recursos para tal fim, o relator fez referência aos artigos 208 e 2012 da Constituição Federal, além de destacar posicionamento similar já adotado em Tribunais de Contas de outros estados, como Minas Gerais, Pernambuco e Alagoas. 

O voto do relator ressalta ainda não ser permitida a inserção desses gastos no cômputo do índice constitucional da educação, que “destina-se à manutenção e desenvolvimento do ensino (MDE) e incide sobre a receita resultante de impostos (que não se confundem com contribuições sociais)”.

Acompanhado por unanimidade pelo colegiado, o posicionamento do conselheiro também está em sintonia com os pareceres da Coordenadoria Jurídica (Cojur) e do Ministério Público de Contas (MPC), que se manifestou através do procurador-geral, Luis Alberto Meneses. 

Conforme Meneses, ainda que seja possível essa destinação dos recursos da quota estadual e municipal do salário-educação, a respectiva política pública deve ser “definida em programa, projeto ou ação de governo, atendendo ao princípio da legalidade”.

Fonte: TCE/SE

Mais Notícias de Política
AAN/Reprodução
23/09/2021  15h34 Edvaldo sanciona lei de combate à pobreza menstrual nas escolas
Rafaela Felicciano/Metrópoles
22/09/2021  20h30 Câmara aprova isenção de IR para aposentados com sequelas da Covid-19
Foto: Agência Brasil/Reprodução
22/09/2021  14h07 Sem coligações, CCJ do Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Alese/Assessoria Parlamentar
22/09/2021  10h21 Deputada Diná Almeida tem mandato cassado por abusos de poder
Senado aprova PEC que flexibiliza gastos na educação em 2020 e 2021
21/09/2021  20h20 Senado aprova PEC que flexibiliza gastos na educação em 2020 e 2021