Eleições 2018
TRE-SE orienta que eleitores compareçam cedo às seções no 2º turno
Durante primeiro turno, muita gente optou por se deslocar aos locais de votação no período da tarde
Política 11/10/2018 17:00 - Atualizado em 11/10/2018 14:35

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, desembargador Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima, oficiou aos chefes de cartório e responsáveis por organizar as seções eleitorais (mesários e coordenadores de locais de votação), para que redobrem os esforços no sentido de evitar filas e tumulto durante processo de votação.

A outra recomendação é voltada aos eleitores. Em Sergipe, durante o primeiro turno, considerável quantidade de pessoas optou por se deslocar aos locais de votação no período da tarde, muitos a partir das 16h, gerando filas e demora para encerrar algumas seções eleitorais. O horário de votação começa às 8h, e os portões ficam abertos até as17h.

Ao se pronunciar sobre o decorrer do processo eleitoral, o presidente declarou: “Embora tenhamos concluído o 1º turno dentro do nosso planejamento, logicamente podemos e devemos envidar esforços para que, no 2º turno, tudo venha a se concretizar de uma forma ainda melhor”, ressaltou.

Por fim, a Justiça Eleitoral orienta que, caso haja qualquer problema com a urna eletrônica durante a votação, o eleitor chame o presidente de mesa para que tome as medidas necessárias. Em Sergipe, nenhuma seção foi impugnada e apenas 2,15% das urnas precisaram ser substituídas.

 

Mais Notícias de Política
18/02/2019 19:13 Bolsonaro demite Gustavo Bebianno do cargo de ministro
18/02/2019 18:35 Fechamento de matadouros será tema de audiência pública na Alese
18/02/2019 17:02 Assembleia Legislativa de Sergipe realiza primeira sessão plenária do ano
Na nova composição, 12 deputados são estreantes, uma renovação de 50%
18/02/2019 13:39 Renúncias fiscais podem passar a ter prazo definido, prevê projeto do Senado
Grande parte das concessões, segundo a senadora Maria do Carmo, é permanente
18/02/2019 07:24 Reforma da Previdência será enviada ao Congresso na quarta
Bolsonaro fará pronunciamento para explicar proposta