TSE condena Valmir de Fransciquinho por abuso de poder econômico | F5 News - Sergipe Atualizado

Eleições 2022
TSE condena Valmir de Fransciquinho por abuso de poder econômico
Com o resultado, ex-gestor está inelegível para disputar as eleições deste ano
Política | Por F5 News 23/06/2022 14h49


Nesta terça-feira (23), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve a condenação do ex-prefeito de Itabaiana Valmir de Francisquinho (PL), e do seu filho, o deputado estadual, Talysson de Valmir (PL), por abuso do poder econômico e político.

O relator do processo, Sérgio Silveira Banhos, votou pela inelegibilidade de Valmir, assim como os ministros Nunes Marques, Mauro Campbell Marques e o presidente do TSE, Luiz Edson Fachin.

Os ministros Carlos Horbach, Alexandre de Moraes e Benedito Gonçalves votaram a favor do ex-prefeito de Itabaiana.

Valmir de Francisquinho agora está impedido de disputar as eleições deste ano, à qual ele já havia lançado pré-candidatura ao governo de Sergipe. 

Com a decisão, o deputado estadual Talysson Costa, conhecido como Talysson de Valmir, também deve perder o mandato na Assembleia Legislativa de Sergipe. 

Entenda o caso 

O TSE julgou a forma como se procederam as campanhas eleitorais de 2018, sob a suspeita de protagonismo de Valmir na campanha do filho, que teria tornado desproporcional a disputa entre os candidatos, favorecendo a candidatura de Talysson.

Os ministros decidiram que as ações de Valmir configuraram abuso de poder econômico e político, com o uso da máquina administrativa municipal por parte dele. ainda enquanto prefeito de Itabaiana.

 

 

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Política
Ana Lícia Menezes/PMA
04/07/2022  21h01 Edvaldo envia projetos de lei à Câmara com perdão de dívidas de IPTU e ISS
Assessoria de Comunicação
04/07/2022  10h58 Progressistas realiza treinamento para mulheres pré-candidatas
Abdias Pinheiro/TSE
02/07/2022  14h16 Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer hoje
Agência Brasil/Reprodução
01/07/2022  21h45 TSE: doações por Pix para campanhas serão apenas com CPF como chave
Assessoria/Reprodução
01/07/2022  11h41 TSE deve analisar consulta do senador por Sergipe Alessandro Vieira