Movimento social se mobiliza contra aumento da tarifa do ônibus na Grande Aracaju | F5 News - Sergipe Atualizado

Movimento social se mobiliza contra aumento da tarifa do ônibus na Grande Aracaju
Passagem subiu para R$ 4,50 no dia 13 passado; entidade diz que não houve diálogo
Cotidiano | Por F5 News 19/05/2022 16h20 - Atualizado em 20/05/2022 08h06


No dia 13 de maio, o prefeito Edvaldo Nogueira anunciou um aumento de 12,5% no valor da passagem de ônibus, que passou a custar R$ 4,50. "O reajuste se faz necessário, principalmente, diante dos aumentos sucessivos no valor do diesel (47% só neste ano). Além disso, a inflação acumulada nos últimos doze meses no país chegou a 12,13%", justificou a Prefeitura. 

A Frente de Luta pela Mobilidade Urbana se posicionou contra o aumento da tarifa, uma vez que a considera abusiva devido aos problemas apresentados pelo transporte público em Aracaju. 

"Vários movimentos sociais, estudantes, representantes de sindicato, em diálogo com parlamentares, decidimos em consenso nos manifestar sobre esse aumento porque R$ 4,50 não condiz com a realidade, com o sistema de transporte de Aracaju, principalmente devido a subsídios que já foram dados às empresas, a isenção de impostos, como a isenção de SS (Segurança Social) e a isenção da taxa de financiamento”, disse Flávio Marcel, representante da Frente de Luta pela Mobilidade Urbana. 

Ele cita questões do sistema de transporte coletivo, classificando-o como precário. “Não existe nenhum tipo de investimento, ônibus sucateados, a própria retirada dos trabalhadores rodoviários, vários ônibus circulando só com motorista, dentre outras tantas”.

Flávio Marcel argumentou ainda que a Prefeitura fez o aumento sem dialogar com a frente ou com a população - na visão dele, apenas levando em consideração as empresas de ônibus. O objetivo é, através de mobilização, discutir certas discrepâncias, apontadas por eles, de forma aberta e transparente. com os órgãos públicos e a população.

"Também existem questões como a taxa que existe nos postos de recarga, que se não me engano é 2,5% do valor da recarga, que fica com a Setransp, que segundo eles é para a manutenção do sistema automático. A gente tem que entender que, caso isso seja fonte de renda do sistema de transporte, precisa constar na planilha de custo”, diz Marcel. 

Ele acrescenta: “Tem vários elementos como esse que a gente pretende discutir de forma aberta, transparente, com o poder público e com o povo. Discussão essa que não existiu, simplesmente o aumento veio através de uma articulação do prefeito Edvaldo Nogueira com as empresas de ônibus, sem levar em consideração as demandas da população e nem o que a população acha do aumento e das irregularidades existentes no sistema, além da fórmula de cálculo que precisa ser analisada e aprofundada". 

SMTT

Às 7h da manhã desta quinta-feira (19), representantes da Frente buscaram um diálogo com a Secretaria Municipal do Transporte e Trânsito (SMTT) e acesso à planilha de custos do transporte público. "A gente protocolou um ofício e tentou um diálogo com o superintendente da SMTT, mas alegaram que tanto ele quanto a chefe de gabinete não estavam. Nós protocolamos o documento, a ideia era fazer isso para iniciar o processo de discussão com a sociedade e o poder público. Para mostrarmos à sociedade que existe uma forma de cálculo da tarifa que tem que ser discutida com todos", disse. 

Flávio antecipou que esse foi o primeiro passo de uma série de reivindicações, demandas e denúncias. "Ao longo da semana teremos outras atividades, inclusive o aprofundamento tanto no Judiciário, tanto na discussão com o Legislativo para a gente poder inclusive contestar algumas leis, e fazer um debate mais amplo para ter algo mais a longo prazo, para discutir a tarifa e também o sistema de transporte público como um todo", enfatizou. 

A Frente pretende divulgar uma carta, para alertar a população do que precisa ser dialogado e cobrado das autoridades sobre o transporte público. 

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Aracaju informa que o ofício protocolado na manhã desta quinta-feira (19) será repassado ao setor responsável e respondido em tempo hábil.

 

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
Pixabay/Ilustrativa
04/07/2022  22h00 Neurologista indica quatro atitudes que diminuem o risco de demência
Expedição da Força Meninas está em Aracaju com teatro, oficinas e palestras
04/07/2022  21h30 Expedição da Força Meninas está em Aracaju com teatro, oficinas e palestras
TSE/Reprodução
04/07/2022  21h15 TSE apresenta à imprensa projeto de divulgação da totalização de votos
Cerca de 60% dos testes para covid-19 são positivos em Sergipe
04/07/2022  19h45 Cerca de 60% dos testes para covid-19 são positivos em Sergipe
SSP / reprodução
04/07/2022  17h30 Motorista sem habilitação se envolve acidente e uma vítima é hospitalizada