Governo
Sergipe forma 64 candidatos do Curso de Formação de Delegados
Em breve, 12 deles serão destinados para atuação em delegacias do interior
Cotidiano 14/02/2020 19h03

Sentimento de dever cumprido. Essa foi a sensação de Jéssica Garcia expressada na solenidade de formatura do Curso de Formação de Delegados da Polícia Civil de Sergipe, ocorrida na manhã desta sexta-feira (14), no teatro Atheneu. O evento contou com diversas autoridades, concludentes do curso e familiares dos futuros profissionais da Segurança Pública que coordenarão o trabalho policial nas delegacias do estado. 

“Essa formatura é a realização de um sonho para todos nós. Estamos imensamente felizes e realizados porque é uma verdadeira batalha chegar até aqui, com dedicação aos estudos antes e depois da aprovação no concurso. Esse caminho é difícil e se torna mais prazeroso porque temos pessoas ao nosso lado nos apoiando e incentivando. É um momento de muita gratidão a tudo que passamos”, pontuou a concludente e futura delegada Jéssica Garcia. 

Em breve, 12 concludentes serão destinados para atuação em delegacias do interior. Os demais serão convocados no decorrer da validade do concurso.

O Curso de Formação de Delegados Substitutos de Polícia Civil iniciou no dia 30 de outubro de 2019 e foi finalizado no dia 4 de fevereiro deste ano, contando com 64 alunos matriculados, sendo 49 do sexo masculino e 15 do sexo feminino.  Ao longo de mais de três meses, os candidatos aprovados no concurso tiveram aulas práticas e teóricas na Academia de Polícia Civil (Acadepol). Nesse período, foram mobilizados 50 instrutores com títulos de mestre, doutores e especialistas em suas áreas de atuação. Os alunos passaram por 36 disciplinas, totalizando 386 horas/aulas de ensino. A carga horária foi distribuída da seguinte forma: 54 horas para Armamento e Tiro; 30 horas de Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE); 20 horas de Estágio Supervisionado; 16 horas de aulas de Liderança e Motivação; 10 horas de Técnicas de Imobilização e Defesa Pessoal, entre outros.

“Dentro das possibilidades do estado, tenho certeza que o governador Belivaldo Chagas conseguirá convocar o maior número de profissionais para que a Polícia Civil consiga contar com um delegado em cada município. Atualmente ainda temos delegados respondendo por três, quatro cidades e isso não é o ideal para a população. Mudanças são sempre positivas e novos profissionais são sempre bem vindos”, pontuou João Eloy de Menezes, secretário de estado da Segurança Pública. 

Os concludentes também contaram com 40 horas de palestras ministradas, sendo os seguintes temas em destaque: Psicologia Patológica; Aborto: O que não se costuma falar sobre o tema; História do Rádio Digital em Sergipe; Atenção à Saúde Mental; Sistema de Comando de Incidentes; Nova Lei de Abuso de Autoridade; e Relacionamento com a Imprensa.

Na oportunidade, a delegada geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza, destacou a importância dos futuros delegados no cenário da Segurança Pública de Sergipe. “Estamos aguardando a posse e a nomeação desses novos colegas com muita expectativa porque com a chegada deles nós ampliaremos o atendimento especializado no interior de Sergipe. Precisamos atuar em ocorrências que vão desde à violência doméstica, passando pela investigação de homicídios e tráfico de drogas, entre outros crimes. Tenho certeza que eles foram muito bem formados e vão se somar no combate à criminalidade e em defesa da sociedade”, pontuou.

Treinamento com armas de fogo

Para tornar os alunos aptos ao manuseio de armas de fogo, foram disparados durante o treinamento 14.400 tiros durante o curso, sendo que 3.200 tiros de Revólver 38; 2.560 tiros de Pistola .40; 3.200 de Pistola .45; 3.200 tiros foram disparados de Carabina .30 ;  640 tiros de Famae e 1.600 tiros foram disparados de Espingarda calibre 12. Em média, cada aluno efetuou 50 tiros dos calibres 38; 40 tiros de calibre .40; 50 tiros de calibre .45;  50 tiros de calibre .30;  10 tiros de Famae .40 e 25 tiros de calibre 12. 

Durante a formatura, o delegado João Batista Santos Júnior, diretor da Acadepol, reforçou a importância do treinamento que os concludentes tiveram que finalizar. “É uma etapa muito relevante de um concurso longo que termina com o Curso de Formação que acaba sendo o mais importante dessa trajetória. É onde o aluno de fato se torna preparado tecnicamente e apto a exercer a função árdua do delegado de Polícia Civil”, concluiu.

 

Fonte: SSP-SE

Mais Notícias de Cotidiano
Dois homicídios são registrados nas últimas 24h em Sergipe
23/02/2020  10h52 Dois homicídios são registrados nas últimas 24h em Sergipe
Foto: Divulgação
23/02/2020  08h58 Morre empresário Edison da Projel, proprietário do Makai Resort
Foto: PM/SE
23/02/2020  08h17 Aparelhos de "som de mala" são apreendidos em operação da PM
Veja o que abre e fecha durante o feriado de Carnaval em Aracaju
23/02/2020  06h00 Veja o que abre e fecha durante o feriado de Carnaval em Aracaju
Uma pessoa morre e seis ficam feridas após colisão em rodovia estadual
22/02/2020  19h13 Uma pessoa morre e seis ficam feridas após colisão em rodovia estadual