Covid-19 atinge políticos de vários estados e matrizes ideológicas
Bolsonaro confirma doença; em SE, há casos entre prefeitos, deputados e secretários
Cotidiano | Por Monica Pinto 07/07/2020 14h15 - Atualizado em 07/07/2020 16h25

Um levantamento do portal Congresso em Foco, divulgado na sexta-feira (3), mostra que pelo menos 44 autoridades da política nacional já tiveram covid-19 desde que o Diário Oficial da União, em 20 de março, oficializou o decreto que reconhecia o estado de calamidade pública no Brasil. A lista inclui governadores, prefeitos, ministros e deputados federais, de variadas matrizes ideológicas e locais de origem.

Entre os governadores dos Estados do Nordeste que contraíram a doença, constam o de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e o de Alagoas, Renan Filho (MDB). Na lista de vice-governadores(as), não aparece a de Sergipe,  Eliane Aquino (PT), apesar de em 3 de maio ela ter anunciado nas redes sociais o diagnóstico positivo para a covid-19, confirmado também na mãe e na irmã dela, como F5News noticiou.

Em 15 de maio, foi a vez do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), informar também pelas redes sociais que tinha testado positivo para o novo coronavírus, estava em isolamento domiciliar e passava bem. Ele aparece no levantamento do Congresso em Foco, no rol dos prefeitos de capitais com infecção confirmada, junto com outros dois no Nordeste: Firmino Filho (PSDB), de Teresina (PI); e Roberto Cláudio (PDT), de Fortaleza (CE).

O levantamento abrange apenas diagnósticos da doença em prefeitos de capitais, razão pela qual  não constam nele os gestores infectados de cidades interioranas. Em Sergipe, em 19 de junho, o prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Inaldo Luiz da Silva, o padre Inaldo, informou pessoalmente em um vídeo nas redes sociais que tinha testado positivo para coronavírus.

No dia primeiro passado, o mesmo anúncio partiu do prefeito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins. Ele informou a confirmação do contágio, disse estar assintomático e em isolamento na sua residência no município da Grande Aracaju.

Na sexta-feira passada (3), a prefeita Hilda Ribeiro, de Lagarto, informou que fez um segundo teste para o coronavírus, que deu positivo mesmo após a gestora ser considerada curada da doença. Em uma publicação nas redes sociais, ela anunciou que está cumprindo isolamento domiciliar novamente. 

Na administração pública de Sergipe, a covid-19 atingiu o secretário da Justiça, Trabalho e Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto;  o diretor do Departamento do Sistema Prisional (Desipe), Agenildo Machado de Freitas Júnior; a delegada Geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza; e o secretário Geral do Governo, José Carlos Felizola.

Parlamentos

No âmbito do Poder Legislativo, a covid-19 igualmente transitou sem distinções de viés político. No Senado, o levantamento mostra que o coronavírus contaminou o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM/AP), e outros seis parlamentares - do DEM, do PSDB, do PDT, dois do PSD e um do PT de Sergipe, o senador Rogério Carvalho.  Ele também anunciou a confirmação do diagnóstico pelas redes sociais, no dia 30 de maio.

Na Câmara dos Deputados, o Congresso em Foco diz que ao menos 21 dos 513 parlamentares anunciaram contaminação pelo novo coronavírus, entre os quais a ex-líder do governo Joice Hasselmann (PSL-SP). Apesar das sessões realizadas por videoconferência, a publicação informa que, até o dia 30 passado, já havia o registro de 60 funcionários da Casa acometidos pela enfermidade, efetivos ou comissionados. Nenhum deputado federal por Sergipe aparece na lista.

O levantamento do Congresso em Foco não inclui os parlamentares estaduais, mas, em 3 de maio, F5News noticiou que os deputados Zezinho Sobral (Podemos) e Luciano Bispo (MDB), presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), foram diagnosticados com covid-19. Exatos dois meses depois, na sexta-feira passada (3), o deputado estadual Samuel Carvalho (Cidadania) divulgou resultado positivo no teste para a doença e virou caso de polícia, como mostrou neste domingo (5) o portal.

Governo Federal

O Congresso em Foco informa que dois ministros tiveram diagnóstico positivo – Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e Bento Albuquerque, do Ministério de Minas e Energia (MME). O ex-secretário de Comércio Exterior,Marcos Troyjo, e o porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros , também são casos confirmados na cúpula federal. Ainda segundo a publicação, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, chegou a se submeter a exames e a ficar em isolamento depois de um servidor com quem teve contato ter sido diagnosticado com o novo coronavírus, mas ele testou negativo.

O levantamento informa também que as primeiras autoridades brasileiras diagnosticadas com o novo coronavírus faziam parte da comitiva do presidente Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos no início de março. O atual secretário-executivo do Ministério das Comunicações e ex-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Fábio Wajngarten, foi o primeiro a ter o contágio confirmado. 

Na noite desta segunda-feira (6), a rede CNN noticiou que Bolsonaro apresentava sintomas de covid-19, foi a um hospital, fez o teste para confirmação ou não da doença e cancelou sua agenda para o restante da semana. Hoje (7), foi divulgado seu resultado positivo. O presidente diz estar passando bem, enquanto no Twitter insatisfeitos com seu governo fazem subir a hashtag #ForçaCorona, que já chegou aos trending topics do Twitter.

Todos os políticos contaminados pela doença elencados nesta reportagem se recuperaram.

Confira o levantamento na íntegra

Matéria republicada para acréscimo de informações

Mais Notícias de Cotidiano
Com 61.986 casos confirmados, Sergipe tem 1.525 vítimas da covid-19
05/08/2020  21h22 Com 61.986 casos confirmados, Sergipe tem 1.525 vítimas da covid-19
Foto: Rede Social/Reprodução
05/08/2020  17h50 PM instaura procedimento para apurar denúncia de corrupção no Getam
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
05/08/2020  16h50 Serviço público tem mais pessoal em trabalho remoto que setor privado
MPT quer adicional de insalubridade máximo a trabalhadores da Saúde
05/08/2020  16h45 MPT quer adicional de insalubridade máximo a trabalhadores da Saúde
Atenção deve ser redobrada também com a limpeza dos aparelhos celulares (Foto: SES/SE)
05/08/2020  15h30 Covid-19: profissionais orientam sobre os cuidados com idosos e crianças