Guerra e 2 anos de pandemia fazem preços de itens básicos dispararem | F5 News - Sergipe Atualizado

Guerra e 2 anos de pandemia fazem preços de itens básicos dispararem
Números provam sensação de que preços estão aumentando a cada ida ao supermercado
Economia | Por Metrópoles 05/04/2022 09h25

A combinação de dois anos de pandemia da Covid-19 e a invasão da Ucrânia pela Rússia tem feito a inflação subir, no Brasil e no mundo. A sensação de que os preços estão aumentando a cada ida ao supermercado é real, e comprovada com números.

 

Segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), desde março de 2020, quando a Covid-19 foi caracterizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como pandemia, até o mesmo mês neste ano, garantir a alimentação diária se tornou muito mais caro. Em dois anos, o custo médio de comidas e bebidas subiu 27,2%; o do botijão de gás, 49,1%.

Despesas nessas áreas subiram ainda mais do que a inflação geral. No mesmo período, o índice oficial de alta dos preços cresceu 16,9%. Em 2021, a inflação fechou em 10,06% – o maior aumento em seis anos.

Continue lendo no Metrópoles, parceiro do F5News.

Mais Notícias de Economia
Agência Brasil/ Reprodução
19/08/2022  17h00 BNDES lança inclusão de MEIs em programa emergencial de crédito
Incra/Reprodução
19/08/2022  14h12 Sergipe registrou mais de 10 mil titulações de terra desde 2019
Agência Brasil / Reprodução
18/08/2022  20h00 Alta taxa de juros impacta mercado brasileiro; entenda prós e contras
SergipeTec/ reprodução
18/08/2022  19h00 SergipeTec lança edital focado no desenvolvimento de startups do Agro
Aeroporto de Congonhas/Agência Brasil
18/08/2022  16h50 Única empresa a apresentar proposta, Aena leva Aeroporto de Congonhas