Professores voltam a pedir apoio a CMA | F5 News - Sergipe Atualizado

Professores voltam a pedir apoio a CMA
Política 03/08/2011 14h47

Os professores da rede municipal de Aracaju retornaram à Câmara Municipal de Aracaju (CMA), na manhã desta quarta-feira (3) com o objetivo de pedir apoio aos vereadores na intermediação de uma negociação entre Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju (Sindipema) e o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B). Em pauta o pagamento do Piso na Carreira.

Os professores permanecem paralisados desde o dia 13 de junho. A presidente do Sindipema, Vera Lúcia Maria, ocupou a tribuna da CMA para explanar as dificuldades dos profissionais e falar sobre a  situação física de algumas escolas e creches da cidade.

"Esta categoria retorna à Casa para agradecer o apoio dos vereadores  na primeira reunião com o prefeito. Mais uma vez, pedimos que, através desta Casa, seja marcada de forma imediata uma reunião como prefeito para que ele possa resolver o mais rápido possível esse impasse. O retorno dos professores às salas de aula depende tão somente do prefeito Edvaldo Nogueira", disse Vera. Segundo ela, a aprovação da Lei do Piso Salarial Nacional não foi só dos professores, mas de toda sociedade.

A presidente do Sindipema aproveitou a oportunidade para declarar que não é só pela greve que os estudantes estão em casa. É também devido a falta de condições de algumas escolas e creches que estão em péssimo estado de conservação. "Os professores de Aracaju trabalham em algumas escolas de forma desumana. É preciso que a secretaria de Educação tenha uma política permanente de manutenção de prédios das escolas e creches", declarou.

Vera acredita ser nescessária uma política de formação continuada na rede municipal de educação em Aracaju. "É preciso, de fato, que a prefeitura tenha uma política de valorização da educação como um todo. O professor bem remunerado reflete na boa qualidade do ensino. Aracaju só continuará como uma cidade de qualidade de vida quando os professores forem respeitados", disse a representante do sindicato.

"Em nome dos professores municipais de Aracaju agradecemos a todos os vereadores desta Casa que é do povo e que vem apoiando essa luta justa em defesa de uma educação de qualidade. Esperamos que na reunião de amanhã tenhamos uma posição coerente com os nossos direitos. O final desta greve está nas mãos do prefeito Edvaldo", finalizou Vera.

Líder do prefeito na Casa, o vereador Danili Segundo (PSB) explicou que entende a luta dos professores. E defendeu e a Educação como um pilar para uma sociedade mais justa e igualitária.

“Ontem, estivemos com o secretário de Educação e com o prefeito, que se comprometeu em formar uma comissão dos professores com técnicos da prefeitura e secretários. Amanhã, o prefeito estará recebendo essa comissão as 10h . Iremos dialogar sobre o piso e toda situação das escolas e da lei do magistério, para que possa ser alterada em benefício de todos os professores", disse Danilo Segundo (PSB).

 

Mais Notícias de Política
TSE/Reprodução
19/08/2022  21h01 Confira agenda dos candidatos ao governo de Sergipe neste sábado (20/8)
São oito na disputa pelo Executivo Estadual. Faltam 44 dias para 1º turno do pleito
Fábio Pozzebom/ Agência Brasil
18/08/2022  21h00 Confira agenda dos candidatos ao governo de Sergipe nesta sexta (19/8)
F5 News informa a partir de hoje compromissos de suas campanhas para o dia seguinte
TSE
18/08/2022  14h00 Confira o que é permitido ou proibido no dia da votação
A 45 dias do pleito, muitos eleitores não sabem o que pode ser crime eleitoral
MPF-SE / reprodução
17/08/2022  18h48 MP Eleitoral pede impugnação de seis candidaturas em Sergipe
As candidaturas foram impugnadas com base nos critérios da Lei da Ficha Limpa
Hugo Barreto/Metrópoles
17/08/2022  10h00 PF já abriu 23 mil inquéritos por crimes eleitorais
Nas eleições municipais de 2020, foram registrados 85 mil casos dessa natureza