Tratar da pelagem do pet evita surgimento de nós e de doenças de pele
É preciso ainda que os cuidados sejam realizados corretamente
Blogs e Colunas | Coluna de Estimação 15/11/2019 12h29 - Atualizado em 22/11/2019 17h48

Estar com a pelagem em dia do seu pet pode evitar diversos problemas, tanto no surgimento de nós nos pelos, quanto no aparecimento de doenças de pele. Mesmo depois do banho no pet shop, por exemplo, o tutor não deve descuidar nos cuidados em casa diariamente, principalmente se o pelo do cão for comprido, o que exige maior tempo de escovação.

Tratar da pelagem do animal não é só questão de estética. Segundo médicos veterinários, a falta de cuidados, nos pelos e na pele, pode ocasionar doenças como infecções, além do aparecimento de alergias, fungos e feridas. É preciso ainda que os cuidados sejam realizados corretamente.

Confira algumas orientações para manter os pelos e a pele saudáveis:

- É preciso utilizar shampoos e condicionadores específicos para os pets. Segundo veterinários, o pet pode contrair doenças de pele se for submetido a banhos com produtos que não sejam específicos para animais, já que as características da pele do pet são diferentes da humana. A veterinária, Juliene Oliveira, explica que os shampoos denominados terapêuticos que são hipoalergênicos, são utilizados somente em casos específicos de tratamento. Estes agridem menos a pele e previnem contra dermatites e alergias. 

- Uma boa secagem dos pelos também evita o surgimento de dermatites. A umidade após o banho pode causar sérios problemas a pele. Utilize uma toalha para remover o excesso de água, mas use um secador, para garantir uma secagem completa, o que deve ser feito com cuidados. "Lembrando de colocar o secador no modo frio quando secar a região do rosto, principlamente olhos; já no modo quente deve ser feito a pelo menos um palmo da pele", explica a médica.

- A escovação diária ou semanal dos pelos, dependendo de cada tipo, evita o excesso de pelos e pele mortas, além de tirar o acúmulo de sujeiras e prevenir o surgimento de nós que causam incômodo ao animal. A escovação também torna a pelagem do pet mais bonita, sedosa e saudável, além de aproximar mais e gerar interação entre o pet e o tutor.

- A tosa também pode auxiliar no cuidado com os pelos, porém deve ser feita por profissional especializado para que possa evitar acidentes como cortes ou queimaduras. Caso o pet tenha alguma alergia, deve conversar com o veterinário para saber qual a melhor forma indicada.

- É preciso ainda prevenir contra pulgas e carrapatos, já que esses parasitas transmitem doenças e causam coceiras excessivas ao pet que tenta retirá-los do corpo. O uso de antiparasitários evita o aparecimento dessas pragas sobre a pele do animal. É importante consultar o veterinário antes de escolher o melhor produto e para saber como utilizá-lo.

- Os cuidados também devem ser tomados nos dias de calor ou de frio, que podem impactar na pele do pet. No frio, a orientação é evitar banhos com frequência, mas utilizar produtos para o pet que sejam hidratantes de pele, já que neste período a pele pode ressecar e trazer lesões de pele. No calor, além de estar atento ao uso de antiparasitários, evite a exposição excessiva ao raios solares, e hidrate o pet constantemente com água fresca e escovação diária. Água limpa e fresca também auxilia no bem-estar do pet.

- Uma alimentação saudável e balanceada também deixa a pele e os pelos do seu pet mais bonitos e brilhosos. Segundo especialistas, algumas doenças da pele de cães e gatos podem estar relacionadas às deficiências nutricionais e má alimentação. A suplementação, utilização de ômegas 3 e 6, vitamina E, podem melhorar as condições da pele e dos pelos. É importante consultar o especialista em nutrologia veterinária que vai auxiliar na melhor escolha do tipo de alimentação adequada ao tipo de pet.

Foto: reprodução internet/Blog cachorro de 29 anos

Mais Notícias de Coluna de Estimação
Foto: divulgação/Vetoquinol
30/11/2019  07h25 Limpeza e hidratação das orelhas auxiliam a prevenção da otite em pets
A doença é provocada por diversos fatores e é frequente em cães e gatos
Foto: divulgação/reprodução
27/11/2019  11h38 Ong Anjos realiza show beneficente para a causa animal
Venda de ingressos será destinada a compra de rações e medicamentos
05/11/2019  13h47

Limpeza dos dentes dos pets pode evitar o surgimento de doenças

03/10/2019  15h14

Câncer de mama também pode atingir os pets; saiba como prevenir a doença

27/09/2019  16h52

Kitty Lima e Ong Anjos levam campanha de bem-estar animal a Lagarto


Blogs e Colunas
Coluna de Estimação
Coluna de Estimação

Fernanda Araújo é formada em Comunicação Social – Jornalismo pela UNIT, pós-graduada em MBA Marketing, Assessoria e Comunicação Integrada pela FANESE. Já trabalhou como assessora de comunicação em sindicato de classe, e atualmente, é repórter no Portal F5 News. Premiada em primeiro lugar no Prêmio João Ribeiro de Divulgação Científica da Fapitec, na categoria web jornalismo, em 2018.

E-mail: fernandaaraujo.jornalismo@gmail.com

O conteúdo e opiniões expressas neste espaço são de responsabilidade exclusiva do seu autor e não representam a opinião deste site.